A juíza Luciani Martins de Paula, da 1ª Vara Criminal, Júri e Execuções Penais de São José dos Pinhais, marcou a primeira audiência de instrução e julgamento do caso Daniel Correia Freitas, 38 anos, o jogador de futebol assassinado no final de outubro do ano passado. A audiência está agendada para iniciar no dia 27 de fevereiro e pode se estender até 1.º de março.

Devem ser ouvidas primeiro as testemunhas arroladas na denúncia, depois as testemunhas de defesa e, por último, os réus Allana Emylli Brittes, Cristiana Rodrigues Brittes, David Willian Vollero Silva, Edison Luiz Brittes Junior, Eduardo Henrique Ribeiro da Silva, Evellyn Brisola Perusso e Ygor King. Ainda não se sabe quem dos réus será ouvido por primeiro e por último. Mas não se descarta que o empresário Edison Brittes, réu confesso do assassinato, seja deixado por último.

Os réus estão sendo processados pelos crimes de homicídio triplamente qualificado (cometido por motivo torpe, com emprego de tortura e que impossibilitou a defesa da vítima), ocultação de cadáver, fraude processual, corrupção de menor, coação no curso do processo (crime “multiplicado” por cinco), denunciação caluniosa e falso testemunho.

Crime

O jogador Daniel foi convidado a participar da festa de aniversário de 18 anos de Allana na casa noturna Shed, no bairro batel, em Curitiba, uma festa em camarote, regada a bastante bebidas. No amanhecer do dia, quando a balada acabou, parte do grupo decidiu continuar a festa na casa da família Brittes, em São José dos Pinhais.

Num dado momento, Edison alega que pegou Daniel tentando estuprar sua esposa, Cristiana, que já estava na cama dormindo. Ai começou uma briga dentro da casa, na qual Daniel, alcoolizado, apanhou bastante. Depois, foi levado no carro de Edison a um matagal da região, onde teve seu pênis decepado (o jogador ainda estava vivo quando isso ocorreu) e em seguida foi morto por esgorjamento (corte profundo de faca no pescoço). A família Brittes limpou toda a cena do crime (na casa e no carro) e, conforme a polícia, ainda tentou coagir os envolvidos e testemunhas a darem outra versão à polícia, o que tumultuou bastante o caso.

As investigações, conduzidas pelo delegado Amadeu Trevisan, de São José dos Pinhais, foram muito agitadas e cheias de novas descobertas a cada dia. Mas encerraram com os envolvidos presos e denunciados pelo Ministério Público. A Justiça acatou a denúncia em dezembro e deu início à ação criminal contra os sete réus.

Como o processo está andando muito rápido e o inquérito policial foi aparentemente bem embasado com provas e laudos periciais, a expectativa é de que, já no encerramento desta primeira audiência de instrução e julgamento, a juíza já mande os réus para júri popular e marque a data do julgamento.

Relembre a cronologia do caso

Outubro

Sábado (27): Ex-jogador do Coritiba é encontrado morto em São José dos Pinhais

Quarta (31): Corpo de Daniel é velado em Minas Gerais

Quarta (31): Daniel foi espancado antes de ser morto, diz testemunha

Novembro

Quinta (1): Suspeito de matar ex-jogador é preso, junto com esposa e filha

Sexta (2):  Perícia na casa onde ex-jogador foi agredido antes de ser morto pode revelar detalhes do crime

Sexta (2): Conversas de Whatsapp apontam que filha de suspeito fez contato com família de jogador

Sábado (3): Saiba em que condições está presa a família Brittes, acusada da morte do jogador Daniel

Segunda-feira (5): Rapazes que testemunharam morte do ex-jogador Daniel devem depor nesta semana

Segunda-feira (5): Cris e Allana Brittes prestam depoimento sobre morte de Daniel. Caso tem novidades!

Terça-feira (6): “A família está mentindo”, diz delegado após depoimento de mãe e filha

Terça-feira (6): Mãe e filha contam detalhes sobre a morte de Daniel em depoimentos; leia na íntegra!

Terça-feira (6): Novos depoimentos desmentem estupro do jogador Daniel

Quarta-feira (7): ‘Daniel foi assassinado com requintes de crueldade’, diz promotor

Quarta-feira (7): Celular de Cris Brittes é entregue à polícia

Quarta-feira (7): Veja o que Edison Brittes disse à polícia em depoimento nesta quarta

Quinta-feira (8): Dois suspeitos de ajudarem Edison Brittes nas agressões contra jogador se apresentam

Quinta-feira (8): Cris e Allana Brittes são transferidas para presídio feminino em Piraquara

Sexta-feira (09): Moto ostentada por Brittes era de traficante, diz delegado

Sábado (10): Família Riqueza: festa de aniversário de Allana Brittes custou R$ 30 mil

Domingo (11): Celular usado por Edison Brittes para dar pêsames é de um homem morto

Domingo (11): Imagens mostram Edison Brittes combinando mentira sobre morte de jogador Daniel

Segunda-feira (12): O que ainda não foi respondido sobre a morte do jogador Daniel

Segunda-feira (12): Com medo, ficante do jogador Daniel contou detalhes do que viu à polícia

Segunda-feira (12): Objetivo era castrar, não matar, diz suspeito de participar de morte do jogador Daniel

Terça-feira (13): Mãe do jogador Daniel registrou mentiras contadas por Allana em cartório

Quarta-feira (14): Envolvido na morte do ex-jogador Daniel tem contrato rescindido com o Paraná Clube

Quinta-feira (15): Legítima defesa? Entenda os detalhes jurídicos envolvendo o ‘Caso Brittes’

Quinta-feira (15): Preso 7º envolvido na morte do jogador Daniel

Sexta-feira (16): Edison proibiu testemunha de chamar ambulância que poderia salvar jogador 

Segunda-feira (19): Carro utilizado por Edison pra levar jogador até o local de crime está em nome de policial

Segunda-feira (19): Não sou amigo da família Brittes, diz Recalcatti à imprensa

Segunda-feira (19): Ministério Público abre investigação paralela contra Edison Brittes

Segunda-feira (19): ‘Estou bem, não sofri nenhum tipo de ameaça e agressão’, diz Edison Brittes, dentro da prisão

Terça-feira (20): Justiça nega pedido de liberdade de Cristiana Brittes, esposa de assassino de jogador

Terça-feira (20): Após o crime, Allana Brittes combinou “festinha” com testemunha

Quarta-feira (21): Sete são indiciados por morte do jogador Daniel. “É um psicopata”, diz delegado sobre assassino

Quinta-feira (22): Saiba detalhes da morte do jogador Daniel revelados nos laudos do IML

Segunda-feira (26): Cristiana Brittes será denunciada por homicídio pela morte de Daniel

Terça-feira (27): Após mentir em depoimento, ficante do jogador Daniel é denunciada pelo MP

Quarta-feira (28): Acusação contra Cris Brittes é uma ‘aventura jurídica’, diz defesa

Dezembro

Sexta-feira (14): Ouça! Policial dá conselho a Brittes logo após a morte do jogador Daniel

Quarta (19): Cristiana Brittes tem pedido de prisão domiciliar negado pela Justiça

Janeiro

Quinta (10): Defesa apela ao TJ para tentar tirar Cris e Allana Brittes da cadeia ainda em janeiro