Assassino confesso do jogador Daniel Correia, Edison Brittes Júnior foi procurado por um policial civil afastado para ‘conselhos’ sobre o caso e a recomendação de um advogado próximo, Rafael Pellizetti. O fato aconteceu antes de Brittes contratar os serviços do advogado Cláudio Dalledone Júnior, que hoje defende a família – além de Edison, a esposa Cristiana e a filha Allana – no caso.

Em um áudio de uma conversa, vazado nesta sexta-feira (14), o policial Edenir Cantón, conhecido como gaúcho, diz para Brittes procura-lo antes de conversar com Dalledone, para ‘montar uma estratégia técnica’. O policial ainda afirma que a ação do defensor é baseada apenas em ‘conversa’ e que ele caso ele acabaria se dando mal se não seguisse o conselho.

Edison então procura o advogado Rafael Pellizetti, tentando marcar um encontro e afirmando que foi indicado pelo policial. Pellizetti é advogado de Cantón em um caso que o policial responde desde 2015.

As partes

Pellizetti afirma que não aceitou defender Brittes no caso. “Ele me procurou e relatou o que tinha ocorrido. Em virtude da brutalidade e covardia, eu entendi que não poderia fazer esse tipo de defesa e ele decidiu por outro advogado. Esses áudios foram um contato feito no meu celular”.

Já Dalledone, que defende a família, disse que a gravação “ocorreu fora dos limites da acusação formal, são personagens e fatos marginais à discussão do processo”, e acrescenta que “a defesa somente se manifestará quando e se os fatos se tornarem acusações formais”.

Samuel Rangel, que defende Edenir Cantón, emitiu nota, em que diz que aguarda tomar conhecimento do conteúdo vazado para então oferecer maiores esclarecimentos às autoridades competentes.

Samuel Rangel, que defende Edenir Cantón, emitiu nota, em que diz que aguarda tomar conhecimento do conteúdo vazado para então oferecer maiores esclarecimentos às autoridades competentes.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

+ Confira mais sobre o desenrolar dos acontecimentos!

Sábado (27): Ex-jogador do Coritiba é encontrado morto em São José dos Pinhais

Quarta (31): Corpo de Daniel é velado em Minas Gerais

Quarta (31): Daniel foi espancado antes de ser morto, diz testemunha

Quinta (1): Suspeito de matar ex-jogador é preso, junto com esposa e filha

Sexta (2):  Perícia na casa onde ex-jogador foi agredido antes de ser morto pode revelar detalhes do crime

Sexta (2): Conversas de Whatsapp apontam que filha de suspeito fez contato com família de jogador

Sábado (3): Saiba em que condições está presa a família Brittes, acusada da morte do jogador Daniel

Segunda-feira (5): Rapazes que testemunharam morte do ex-jogador Daniel devem depor nesta semana

Segunda-feira (5): Cris e Allana Brittes prestam depoimento sobre morte de Daniel. Caso tem novidades!

Terça-feira (6): “A família está mentindo”, diz delegado após depoimento de mãe e filha

Terça-feira (6): Mãe e filha contam detalhes sobre a morte de Daniel em depoimentos; leia na íntegra!

Terça-feira (6): Novos depoimentos desmentem estupro do jogador Daniel

Quarta-feira (7): ‘Daniel foi assassinado com requintes de crueldade’, diz promotor

Quarta-feira (7): Celular de Cris Brittes é entregue à polícia

Quarta-feira (7): Veja o que Edison Brittes disse à polícia em depoimento nesta quarta

Quinta-feira (8): Dois suspeitos de ajudarem Edison Brittes nas agressões contra jogador se apresentam

Quinta-feira (8): Cris e Allana Brittes são transferidas para presídio feminino em Piraquara

Sexta-feira (09): Moto ostentada por Brittes era de traficante, diz delegado

Sábado (10): Família Riqueza: festa de aniversário de Allana Brittes custou R$ 30 mil

Domingo (11): Celular usado por Edison Brittes para dar pêsames é de um homem morto

Domingo (11): Imagens mostram Edison Brittes combinando mentira sobre morte de jogador Daniel

Segunda-feira (12): O que ainda não foi respondido sobre a morte do jogador Daniel

Segunda-feira (12): Com medo, ficante do jogador Daniel contou detalhes do que viu à polícia

Segunda-feira (12): Objetivo era castrar, não matar, diz suspeito de participar de morte do jogador Daniel

Terça-feira (13): Mãe do jogador Daniel registrou mentiras contadas por Allana em cartório

Quarta-feira (14): Envolvido na morte do ex-jogador Daniel tem contrato rescindido com o Paraná Clube

Quinta-feira (15): Legítima defesa? Entenda os detalhes jurídicos envolvendo o ‘Caso Brittes’

Quinta-feira (15): Preso 7º envolvido na morte do jogador Daniel

Sexta-feira (16): Edison proibiu testemunha de chamar ambulância que poderia salvar jogador 

Segunda-feira (19): Carro utilizado por Edison pra levar jogador até o local de crime está em nome de policial

Segunda-feira (19): Não sou amigo da família Brittes, diz Recalcatti à imprensa

Segunda-feira (19): Ministério Público abre investigação paralela contra Edison Brittes

Segunda-feira (19): ‘Estou bem, não sofri nenhum tipo de ameaça e agressão’, diz Edison Brittes, dentro da prisão

Terça-feira (20): Justiça nega pedido de liberdade de Cristiana Brittes, esposa de assassino de jogador

Terça-feira (20): Após o crime, Allana Brittes combinou “festinha” com testemunha

Quarta-feira (21): Sete são indiciados por morte do jogador Daniel. “É um psicopata”, diz delegado sobre assassino

Quinta-feira (22): Saiba detalhes da morte do jogador Daniel revelados nos laudos do IML

Segunda-feira (26): Cristiana Brittes será denunciada por homicídio pela morte de Daniel

Terça-feira (27): Após mentir em depoimento, ficante do jogador Daniel é denunciada pelo MP

Quarta-feira (28): Acusação contra Cris Brittes é uma ‘aventura jurídica’, diz defesa

Acusação contra Cris Brittes é uma ‘aventura jurídica’, diz defesa