Marcada para esta segunda-feira (18), a primeira audiência de instrução e julgamento do processo que investiga o assassinato do jogador Daniel Corrêa de Freitas – em outubro do ano passado – já provoca ebulição entre acusação e defesa, que se encontrarão no início da tarde, no Fórum de São José dos Pinhais, onde a audiência vai acontecer. Com previsão de início para as 13h, a importante etapa processual contará com a presença de todas as testemunhas e acusados do caso e deve decidir se os acusados irão, ou não, a júri popular. Além das oitivas daqueles que foram arrolados por acusação e defesa, o apresentador de um popular noticiário local também foi convocado para participar do pleito.

Conduzida pela juíza Luciani Regina Martins de Paula, da 1ª Vara Criminal de São José dos Pinhais, a audiência terá como objetivo a apresentação das sustentações orais dos envolvidos no caso e contará com a presença dos 6 réus do processo, entre os quais estão o empresário Edison Brittes (que confessou o crime), a esposa dele, Cristiana Brittes e Allana Brittes, presos desde o fato. Além da “Família Riqueza”, outros indiciados serão Eduardo Henrique da Silva, Ygor King e David Willian da Silva, amigos de Edison, acusados de terem participado ativamente da execução do jogador na noite de 27 de outubro de 2018. A última acusada do processo é Evellyn Brisola Perusso, que não chegou a ser indiciada pela polícia mas teve acusação do Ministério Público aceita pela Justiça. Ela é a única que responde em liberdade – as acusações são falso testemunho e denunciação caluniosa.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

“Primeiro serão ouvidas as testemunhas da acusação e, em seguida, as da defesa. Por último os acusados serão interrogados”, explicou por telefone à reportagem da Tribuna do Paraná, o advogado da família Brittes, Claudio Dalledone Júnior, que tem em mãos o desafio de argumentar em favor do clã diante da magistrada. Além do próprio Edison, assassino confesso do jogador, Dalledone advoga ainda em favor de Cristiana, acusada, entre outros crimes, de homicídio qualificado e também de Allana Brittes, filha do casal. “Estou preparado para os próximos três dias. Em linhas gerais, a defesa vai desmistificar muita coisa que se construiu em torno desse caso”, afirmou, fazendo referência à duração da etapa processual, que deverá se estender até a próxima quarta-feira (20).

Já para o advogado assistente de acusação, Nilton Ribeiro, que representa a família do jogador Daniel Corrêa de Freitas, o sentimento é “tranquilidade”. “Apesar de todo o abalo emocional que isso representa para a família do Daniel, estamos todos muito tranquilos pois trabalhamos apenas com a verdade e temos confiança de que todos os acusados serão encaminhados ao tribunal do júri”, afirmou, no início da tarde deste domingo (17). Segundo Nilton, todos os indícios necessários à pronúncia por parte da juíza, no sentido de encaminhar os réus à júri popular já existem , servindo a atual fase processual apenas como preparação para este momento. “Nessa audiência serão verificados indícios de autoria e, caso verificados, o julgamento será remetido ao plenário do Tribunal do Júri”, explicou.

Se, de um lado a “Família Riqueza” clamará pelo olhar compassivo da justiça, por outro, a mãe do jogador, Eliana Aparecida Corrêa, acompanhará a audiência com nada além do desejo por justiça em mente. “Ela e todos os familiares do jogador passaram por um período de luto profundo e agora existe um forte sentimento de revolta por conta de toda a barbárie que aconteceu com o Daniel”, disse Nilton.

Além dos familiares e envolvidos diretos no caso Daniel, uma presença polêmica promete trazer ainda mais controvérsia à audiência: o apresentador do programa “Tribuna da Massa”, Eleandro Passaia, da Rede Massa (SBT Paraná), que terá de responder por “reportagens sem confirmação da verdade”, conforme noticiado pelo portal de notícias UOL. A participação de Passaia na audiência de instrução e julgamento foi confirmada tanto pela defesa quanto pela acusação. “Ele foi convocado pela defesa para que essa máscara de justiceiro dele caia por terra. Justiça se faz nos tribunais e não dessa forma rasteira”, ressaltou Dalledone.

O caso

Encontrado mutilado e parcialmente degolado na manhã do dia 28 de outubro de 2018, o corpo do jogador Daniel Corrêa de Freitas – que na época do fato jogava pelo São Bento de Sorocaba – foi localizado em um matagal, na Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Morto após a festa de aniversário de 18 anos Allana Brittes, Daniel teria vindo à Curitiba apenas pela celebração que aconteceu numa casa noturna no bairro Batel, e seguiu para a residência dos Brittes onde começaram as agressões contra ele. Assassino confesso do jogador, o empresário Edison Brittes – também conhecido como “Juninho Riqueza” – afirmou ter cometido o crime após ter flagrado o jogador tentando abusar de sua esposa, Cristiana, no quarto do casal, durante a festa.

+ Confira o desenrolar dos acontecimentos:

Sábado (27): Ex-jogador do Coritiba é encontrado morto em São José dos Pinhais

Quarta (31): Corpo de Daniel é velado em Minas Gerais

Quarta (31): Daniel foi espancado antes de ser morto, diz testemunha

Quinta (1): Suspeito de matar ex-jogador é preso, junto com esposa e filha

Sexta (2):  Perícia na casa onde ex-jogador foi agredido antes de ser morto pode revelar detalhes do crime

Sexta (2): Conversas de Whatsapp apontam que filha de suspeito fez contato com família de jogador

Sábado (3): Saiba em que condições está presa a família Brittes, acusada da morte do jogador Daniel

Segunda-feira (5): Rapazes que testemunharam morte do ex-jogador Daniel devem depor nesta semana

Segunda-feira (5): Cris e Allana Brittes prestam depoimento sobre morte de Daniel. Caso tem novidades!

Terça-feira (6): “A família está mentindo”, diz delegado após depoimento de mãe e filha

Terça-feira (6): Mãe e filha contam detalhes sobre a morte de Daniel em depoimentos; leia na íntegra!

Terça-feira (6): Novos depoimentos desmentem estupro do jogador Daniel

Quarta-feira (7): ‘Daniel foi assassinado com requintes de crueldade’, diz promotor

Quarta-feira (7): Celular de Cris Brittes é entregue à polícia

Quarta-feira (7): Veja o que Edison Brittes disse à polícia em depoimento nesta quarta

Quinta-feira (8): Dois suspeitos de ajudarem Edison Brittes nas agressões contra jogador se apresentam

Quinta-feira (8): Cris e Allana Brittes são transferidas para presídio feminino em Piraquara

Sexta-feira (09): Moto ostentada por Brittes era de traficante, diz delegado

Sábado (10): Família Riqueza: festa de aniversário de Allana Brittes custou R$ 30 mil

Domingo (11): Celular usado por Edison Brittes para dar pêsames é de um homem morto

Domingo (11): Imagens mostram Edison Brittes combinando mentira sobre morte de jogador Daniel

Segunda-feira (12): O que ainda não foi respondido sobre a morte do jogador Daniel

Terça-feira (13): Mãe do jogador Daniel registrou mentiras contadas por Allana em cartório

Quarta-feira (14): Envolvido na morte do ex-jogador Daniel tem contrato rescindido com o Paraná Clube

Quinta-feira (15): Legítima defesa? Entenda os detalhes jurídicos envolvendo o ‘Caso Brittes’

Quinta-feira (15): preso 7º envolvido na morte do jogador Daniel

Sexta-feira (16): Edison proibiu testemunha de chamar ambulância que poderia salvar jogador 

Segunda-feira (19): Carro utilizado por Edison pra levar jogador até o local de crime está em nome de policial

Segunda-feira (19): Não sou amigo da família Brittes, diz Recalcatti à imprensa

Segunda-feira (19): Ministério Público abre investigação paralela contra Edison Brittes

Segunda-feira (19): ‘Estou bem, não sofri nenhum tipo de ameaça e agressão’, diz Edison Brittes, dentro da prisão

Terça-feira (20): Justiça nega pedido de liberdade de Cristiana Brittes, esposa de assassino de jogador

Terça-feira (20): Após o crime, Allana Brittes combinou “festinha” com testemunha

Quarta-feira (21): Sete são indiciados por morte do jogador Daniel. “É um psicopata”, diz delegado sobre assassino

Quinta (22): Saiba detalhes da morte do jogador Daniel revelados nos laudos do IML

Segunda-feira (26): Cristiana Brittes será denunciada por homicídio pela morte de Daniel

Terça-feira (27): Após mentir em depoimento, ficante do jogador Daniel é denunciada pelo MP

Quarta-feira (28): Acusação contra Cris Brittes é uma ‘aventura jurídica’, diz defesa

Dezembro

Sexta-feira (14): Ouça! Policial dá conselho a Brittes logo após a morte do jogador Daniel

Quarta (19): Cristiana Brittes tem pedido de prisão domiciliar negado pela Justiça

Janeiro

Quinta (10): Defesa apela ao TJ para tentar tirar Cris e Allana Brittes da cadeia ainda em janeiro