Uma reunião entre representantes da Polícia Militar do Paraná e da Secretaria de Estado de Segurança (Sesp) irá definir como vai ser a fiscalização para o toque de recolher, que passa a valer na noite desta quarta-feira (2) no Paraná.

+Leia mais! Desrespeitar regras contra o coronavírus pode dar multa de até R$ 10 mil, prevê projeto

Em Curitiba a prefeitura informou que vai seguir as definições do decreto estadual e que a Guarda Municipal vai proceder da mesma forma que a Polícia Militar. Saiba quem pode sair na rua até às 23h.

Segundo Beto Preto, secretário de saúde do Paraná, o toque de recolher chega para tentar minimizar a circulação de pessoas entre às 23h e 5h. “Nesse momento quanto menos pessoas da rua, conseguiremos fazer o controle do aumento do vírus na população”, disse Beto Preto, secretário de saúde do Paraná.

A reportagem cobrou a Polícia Militar sobre como será feita a fiscalização, mas não obteve resposta.

Jovens preocupam

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), jovens de 18 a 29 anos representavam 15,74% dos infectados em abril. Já em novembro, esse número saltou para 26,55%, o que preocupa, conforme explicou o médico infectologista Clóvis Arns, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia. “Jovem, não vá para festas, festas clandestinas. Para você, a covid-19 pode ser leve, nem sempre, mas para os seus pais e avós, pode ser grave e fatal”, alertou o médico especialista. A secretária de saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, fez um apelo semelhante, pedindo para que os jovens se cuidem. 18“Quantas pessoas esse jovem pode estar matando?”, desabafou.