Um dia após a divulgação de que Curitiba estava com 89% das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) ocupadas, o prefeito Rafael Greca revelou que em uma semana, mais 50 leitos exclusivos para covid-19 da rede pública serão instalados para os futuros pacientes. Os primeiras 40 já estão ativos no Instituto de Medicina do Paraná ( IMPR), administrado pela Santa Casa de Misericórdia. No total, serão 321 UTIs em funcionamento em toda capital para o novo coronavírus.

+Leia mais! Paraná confirma 1.677 novos casos de coronavírus e mais 34 mortes

O Instituto de Medicina, localizado no bairro Alto da XV, foi reaberto em julho pela prefeitura com 110 leitos, sendo 50 de UTI e 60 clínicos (para casos menos graves). “Esta é a boa notícia que aquece a manhã deste dia 10 de julho. Abrimos hoje no Instituto de Medicina mais 40 vagas hospitalares para cura de covid-19 no SUS curitibano. Passamos a ter na cidade, 291 UTIs exclusivamente para enfrentar o vírus que mata. Na quarta-feira próxima (15), serão mais 40 leitos clínicos e mais 30 leitos de UTIs, somando 321 UTIs públicas só para covid. Nossa Cidade tem 1088 leitos de UTI para todas as doenças”, afirmou o prefeito pelo Facebook.

Além do Instituto de Medicina que foi ativado com propósito de atender infectados pelo novo coronavírus, o Hospital Vitória, no dia 5 de junho, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), também reabriu uma ala exclusiva com 140 leitos.

No último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, nesta quinta-feira (9), a capital estava com 8.844 casos confirmados com 226 mortes.Nos hospitais, a taxa de ocupação nas UTIs exclusivas para covid-19 da rede SUS é de 89% nesta quinta-feira. Ao todo, são 430 pacientes diagnosticados com coronavírus, internados em instituições públicas ou particulares,sendo 185 pessoas em leitos de emergência.

“Em menos de uma semana tivemos a confirmação de quase duas mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus, o que significa um aumento de casos ativos”, relatou a médica infectologista da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Marion Burger. Atualmente, Hospital Cruz Vermelha, São Vicente e Trabalhador estão com 100% de ocupação. A agressividades com a qual o vírus atua no paciente preocupa as autoridades de saúde.

Leitos no Litoral

No litoral do Paraná, o Hospital Regional, em Paranaguá, abriu mais quatro leitos de UTI exclusivos para pacientes da Covid-19. No total, agora são 14 leitos disponíveis e com a previsão de chegar em 20 nos próximos dias. O hospital atende aproximadamente 300 mil pessoas. O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, acredita que estes novos leitos irá reforçar a ampliação da rede hospitalar da região. “Temos trabalhado para ampliação da rede hospitalar, na estratégia de enfrentamento ao coronavírus. E o Litoral do Paraná demandava esta ampliação, que de imediato já são quatro novos leitos. Mas ressaltamos a importância do isolamento domiciliar para o controle da circulação do vírus”, disse Beto Preto. Nos últimos dias, a ocupação dos leitos exclusivos covid-19 oscilou entre 80 e 100%, assim como os leitos de UTI não coronavírus também estão acima dos 90%.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?


+Viu essa? Paraná deve ser último estado a sair da pandemia e isso pode ser bom. Entenda!