Uma conversão proibida na Rodovia da Uva resultou na morte de uma mulher na tarde desta segunda-feira (7), em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba. A vítima tinha cerca de 60 anos e estava no banco do passageiro de uma pickup Corsa. O marido dela, de 76 anos, dirigia o carro e foi encaminhado para o hospital com ferimentos moderados.

O acidente ocorreu por volta das 15h, na esquina com a Rua Jerônimo Alberti. O motorista da pickup vinha no sentido Colombo, fez a conversão proibida à esquerda, no semáforo, e o veículo foi atingido em cheio por um caminhão guincho, na pista sentido Curitiba. O motorista do caminhão não se feriu. O trânsito seguia em meia faixa na rodovia até por volta das 16h10.

+ Leia mais: Vídeo! Policial sava bebê engasgado. Rapidez e calma foram essenciais!

Segundo o Corpo de Bombeiros, a mulher já estava em óbito quando os socorristas do Siate chegaram. A dinâmica do acidente indica que, após a conversão proibida, o motorista do caminhão não teve tempo de parar. “É proibido fazer a conversão no local. Não houve tempo do motorista do caminhão evitar o acidente. A vítima feminina veio a óbito no local. O marido dela, que dirigia o carro, foi encaminhado com ferimentos moderados para o Hospital Evangélico. Não houve nada com o motorista do caminhão”, informou o subtenente João Coelho, dos Bombeiros.

Foto: Atila Alberti/Tribuna do Paraná.
Motorista foi encaminhado para o Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, em Curitiba . Foto: Atila Alberti/Tribuna do Paraná.

 

É proibido!

Testemunhas do acidente disseram que fazer a conversão proibida tem sido frequente no local. “Não é o primeiro acidente deste tipo. Desde que arrumaram a rodovia, todo mundo está fazendo essa conversão. Não pode. Quem vem de Curitiba e vai entrar no bairro pela Jerônimo tem que ir até o Posto Coiote para fazer o retorno”, explica a dona de um restaurante que fica próximo do semáforo.

+Leia também: Policial do Bope morre após cair da moto e atingir placa na Linha Verde

Outra mulher, moradora de uma casa de esquina com a rodovia, confirma as infrações dos motoristas. “Se ficar aqui, olhando, você assiste de camarote as freadas de quem está na rodovia para evitar acidentes. Mesmo assim, o pessoal insiste em entrar à esquerda para acessar a Jerônimo Alberti. É um perigo. Alguma coisa precisa ser feita. Tem que aumentar a fiscalização”, reclamou.

Foto: Atila Alberti/Tribuna do Paraná.
Uma Duster foi flagrada pela reportagem ao fazer a conversão proibida. Foto: Atila Alberti/Tribuna do Paraná.

A reportagem também flagrou um motorista fazendo a conversão, durante o atendimento ao acidente que estava sendo realizado pelos Bombeiros. Mesmo com toda a movimentação no local, e mesmo com placas de sinalização, uma Duster entrou na Jerônimo sem seguir até o Posto Coiote.

Além do acionamento dos Bombeiros, a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) estava no local. O Instituto Médico-Legal de Curitiba (IML) também foi acionado para recolher o corpo da vítima. Não há atualização do estado de saúde do motorista da pickup.

Motociclista morre após cair e ser atropelado por motorista de caminhão, que foge do local