Alerta de saúde

Curitiba tem surto de Hepatite A com cinco mortes; saiba os sintomas e como evitar

A pessoa contaminada com a doença pode ficar com a pele e os olhos amarelados (icterícia). Foto: AdobeStock

Em uma semana, Curitiba registrou mais 27 casos de Hepatite A. O Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde identificou que o surto da doença na cidade é transmitido de pessoa para pessoa, principalmente por relação sexual desprotegida, ou seja, meio do compartilhamento de objetos, mãos contaminadas ou sexo anal/oral entre uma pessoa que adoeceu pelo vírus A da Hepatite e outra saudável. A contaminação acontece pelo contato de fezes com a boca.

De janeiro a 24 de maio de 2024, foram confirmados 255 casos e cinco mortes por Hepatite A na capital paranaense. Um homem de 46 anos passou por transplante hepático em decorrência da doença.

Do total de casos, 193 são homens (76%) e 62 mulheres (24%) entre 19 e 39 anos, que não foram vacinados durante a infância. Desses, 120 foram internados (47%) e 10 precisaram de cuidados intensivos em UTI.

LEIA MAIS – Curitiba amanheceu gelada! Capital e PR têm previsão de geada e ainda mais frio

O diretor do Centro de Epidemiologia da SMS, Alcides Oliveira, alerta para os cuidados mesmo após o tratamento. “As pessoas que tiveram a confirmação de Hepatite A devem redobrar a atenção para não transmitir o vírus aos seus contatos. Mesmo depois de se recuperar da doença, a pessoa continua eliminando o vírus nas fezes por até cinco meses, o que reforça a necessidade de cuidados com a higiene”, explica. 

Sintomas

Os sintomas iniciais da Hepatite A são fadiga, mal-estar, febre e dores musculares. Com o passar dos dias, a pessoa contaminada apresenta urina escura, olhos e pele amarelados (icterícia), sinais claros da doença. Os sintomas aparecem cerca de 15 a 50 dias após a infecção.

Vacina

A vacina contra Hepatite A faz parte do calendário infantil de imunização pelo SUS, aplicada a partir dos 12 meses até 5 anos incompletos.

Prevenção

Conheça as principais orientações preventivas:

  • Usar preservativos e higienização das mãos, genitália, períneo e região anal antes e após as relações sexuais.
  • Lavar as mãos (incluindo após o uso do sanitário, trocar fraldas e antes do preparo de alimentos);
  • Lavar com água tratada, clorada ou fervida, os alimentos que são consumidos crus, deixando-os de molho por 30 minutos;
  • Cozinhar bem os alimentos antes de consumi-los, principalmente mariscos, frutos do mar e peixes;
  • Lavar adequadamente pratos, copos, talheres e mamadeiras;
  • Usar instalações sanitárias;
  • No caso de creches, pré-escolas, lanchonetes, restaurantes e instituições fechadas, adotar medidas rigorosas de higiene, tais como a desinfecção de objetos, bancadas e chão utilizando hipoclorito de sódio a 2,5% ou água sanitária.
  • Não tomar banho ou brincar perto de valões, riachos, chafarizes, enchentes ou próximo de onde haja esgoto;
  • Evitar a construção de fossas próximas a poços e nascentes de rios
Avenida importante de Curitiba vive impasse! Qual é a melhor solução?
Vote na enquete!

Avenida importante de Curitiba vive impasse! Qual é a melhor solução?

Empresário de Curitiba conquista todos com esse veículo famoso na Índia
Amarelo simpático!

Empresário de Curitiba conquista todos com esse veículo famoso na Índia

Rapazes têm dia digno de
VÍDEO

Rapazes têm dia digno de “Superhomem” em Curitiba; O que eles fizeram foi INCRÍVEL!!!

Whatsapp da Tribuna do Paraná
RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba as notícias do seu bairro e do seu time pelo WhatsApp.