Na próxima quarta-feira (21), o técnico Jorginho completa dois meses à frente do comando do Coritiba. No dia 21 de agosto, foi anunciada a sua volta ao Alto da Glória, ao lado do diretor de futebol Paulo Pelaipe, após as demissões de Eduardo Barroca e Rodrigo Pastana.

Após 12 jogos sob o seu comando, o Coxa ainda patina na disputa do Brasileirão. Ao todo, Jorginho acumula três vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Com os resultados, o Verdão está na zona do rebaixamento – é o 18º colocado, com 16 pontos, e o segundo pior ataque da competição.

Aposta no setor ofensivo

Desde a sua chegada, Jorginho também indicou e trouxe alguns jogadores para reforçar o elenco para disputa do campeonato. No total, chegaram oito reforços para a sequência do Brasileirão: os volantes Hugo Moura e Ramón Martínez, os meias Mattheus Oliveira e Sarrafiore, e os atacantes Cerutti, Pablo Thomaz, Ricardo Oliveira e Rodrigo Muniz.

>> Tabela e classificação do Brasileirão

Mesmo com o foco no setor ofensivo, Jorginho tem apostado mais em atletas que já estavam no Alto da Glória, como Giovanni Augusto e Robson. Segundo o treinador, os reforços ainda necessitam de mais treinamentos para melhorar a parte física.

Ricardo Oliveira foi a principal aposta até o momento, mas ainda não reúne condições físicas ideais. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Tribuna.

Quem mais ganhou espaço?

Desde que foi anunciado como reforço, o volante Hugo Moura tem sido o atleta que mais teve espaço com o técnico Jorginho. Com 22 anos, o atleta, que pertence ao Flamengo, disputou 11 partidas pelo Coritiba.

Nos dois primeiros duelos, entrou no decorrer. Já nos outros nove, Hugo Moura foi titular absoluto na proteção da defesa.

Quem também chegou e já parece ter ganhado a confiança do treinador é o atacante Rodrigo Muniz, que também é oriundo do Fla. O atleta foi anunciado há duas semanas e já largou como titular nas últimas duas partidas do Verdão.

Hugo Moura virou titular absoluto do Coritiba. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Tribuna.

O mais ‘esquecido’

Revelação das categorias de base do Coritiba, o meio-campo Thiago Lopes foi bastante utilizado nas últimas duas temporadas. Ainda no início deste ano, o meia também tinha presença frequente com o técnico Eduardo Barroca.

Já sob o comando de Jorginho, o atleta parece ter perdido o prestígio. Após um período no departamento médico, o meia não tem sido aproveitado nas últimas rodadas.

Thiago Lopes perdeu espaço. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Tribuna.

Os que já ‘pegaram o boné’

As chegadas de Jorginho e Pelaipe também fizeram com que alguns jogadores já ‘pegassem o boné’ e deixassem o Alto da Glória. Foram os casos do zagueiro Rafael Lima, do meio-campo Ruy e, principalmente, do atacante Sassá, que deixou o clube após estar em uma festa após a derrota no Atletiba.

O novo departamento de futebol do Coxa também negociou o atacante Igor Jesus com o futebol árabe, colocou o atacante Wellissol na equipe de aspirantes e emprestou o atacante Iago Dias ao CRB.

Sassá já retornou ao Cruzeiro. Foto: Gabriel Rosa/Foto Digital/Tribuna.

+ Mais do Coxa:

+ Diretor do Coritiba apresenta melhora, mas segue na UTI com coronavírus
+ Coritiba pretende realizar amistosos para dar ritmo aos reforços
+ Jorginho acredita que Coritiba foi derrotado “no detalhe” pelo Santos


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?