Responsabilidade. A palavra é tão grande quanto o significado que tem para o Coritiba, na semana em que o clube vai decidir sua vida no Campeonato Paranaense no clássico diante do Paraná Clube, domingo, às 16h, no Estádio do Pinhão, em São José dos Pinhais. Um tropeço no Paratiba pode ser catastrófico para o futuro do time, que se não conseguir a classificação para a semifinal, ficará quase um mês sem disputar uma partida oficial até a estreia na Série B do Campeonato Brasileiro, dia 27 de abril, diante da Ponte Preta, no Couto Pereira.

+ Leia mais: Meia chileno deve fechar com o Coxa

“Esse jogo vale muito mesmo, vale demais. É uma semana muito importante, uma responsabilidade enorme, muito grande. Temos consciência disso e estamos trabalhando para conseguir nossos objetivos.

É um clássico e vamos trabalhar muito para chegar no jogo e conseguir o resultado positivo”, ressaltou o lateral-esquerdo Fabiano.

+ Serviço: Confira como comprar ingresso para o clássico

O Coritiba, na verdade, poderia chegar para a última rodada da Taça Dirceu Krüger em uma situação bem mais confortável. A equipe teve uma atuação ruim na derrota para o frágil time do Cascavel CR, fora de casa e, no último domingo, deixou a vitória diante do Rio Branco escapar no último minuto de partida.

Agora, o Verdão terá que vencer o clássico contra o Paraná para não depender de outros resultados.

“Era para termos classificado na quarta-feira em Cascavel, tivemos chances, mas jogamos muito mal, muito abaixo. No domingo deixamos escapar e temos que assumir a responsabilidade, bater no peito e assumir. Conseguir a classificação aqui é praticamente a nossa obrigação”, cravou o meia Giovanni, que volta ao time depois de cumprir suspensão diante do Rio Branco.

+ Reclamou: Giovanni detona o gramado do estádio do Pinhão

O Coritiba, na verdade, por conta do equilíbrio do grupo B do segundo turno do Estadual, já está encarando o duelo contra o Paraná Clube como um mata-mata. Algo parecido com o que vai encontrar casa avance às semifinais. Por isso, o camisa 10 prega concentração total para o time alviverde não ver o sonho de conquistar o título acabar no domingo.

“Todos sabem da responsabilidade que é esse jogo. Deixamos a classificação para o final e, por ser clássico, a semana precisa ser de concentração. Se tivermos concentrados, escutarmos o que o Umberto (Louzer técnico) tem para passar, com certeza vamos fazer uma excelente partida no domingo para conseguir a classificação, que é aonde o Coritiba merece estar”, emendou.

+ Leia mais: Camisas 9 do Trio de Ferro estão mandando bem!

Depois de um bom início sob o comando do técnico Umberto Louzer com duas vitórias convincentes diante de Cianorte e FC Cascavel, o Coritiba somou apenas um ponto dos últimos seis disputados. Por isso, vai entrar no clássico Paratiba com uma carga de pressão maior, sobretudo por conta das cobranças mais fortes feitas pelo torcedor alviverde nas últimas semanas.

Para Giovanni, a responsabilidade do elenco vai muito além do clássico, mas sim de buscar o título do Campeonato Paranaense e de garantir o acesso à primeira divisão na disputa da Série B, que começa em 30 dias. “O torcedor está no direito dele. Eles pagam ingresso e têm direito de cobrar. O torcedor está acostumado com o Coritiba na Série A. Os jogadores aqui sabem da responsabilidade que temos esse ano, que é ser campeão paranaense e colocar o Coxa na Série A, que é o seu devido e merecido lugar”, concluiu o camisa 10.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!