Lucas Halter e Léo Pereira podem formar a dupla de zaga do Athletico contra o Inter. Foto: Albari Rosa
Lucas Halter e Léo Pereira podem formar a dupla de zaga do Athletico contra o Inter. Foto: Albari Rosa

O Athletico encerrou na Arena da Baixada a sua preparação para encarar o Internacional, nesta quarta-feira (11), às 21h30, no mesmo local, pelo jogo de ida da final da Copa do Brasil. A imprensa pôde acompanhar apenas o aquecimento e, assim, o técnico Tiago Nunes, sem os holofotes dos jornalistas, definiu o time que vai tentar fazer um bom resultado nesta primeira partida decisiva da competição nacional.

No período que os repórteres puderam acompanhar, apenas um bobinho foi realizado como aquecimento. No banco, o treinador, acompanhado da sua comissão, definiu como seria essa última atividade. Serenidade e seriedade para a primeira batalha que vem pela frente na busca pelo título inédito.

+ Leia também: Dagoberto dá adeus ao futebol

Com mais opções do que na semana passada, quando venceu o Grêmio nos pênaltis, também no Caldeirão, Tiago mantém algumas dúvidas na equipe. Na defesa, ele terá novamente à disposição o lateral-direito Mádson, o zagueiro Léo Pereira e o atacante Thonny Anderson.

Por outro lado, o comandante rubro-negro terá alguns desfalques. Os laterais-esquerdos Adriano e Abner Vinicius não foram inscritos a tempo e não poderão atuar diante do Colorado. O lateral-direito Jonathan, ainda sentindo dores no joelho, dificilmente deve reunir condições de jogo.

Após boa atuação contra o Grêmio, Khellven pode ser mantido como titular. Foto: Albari Rosa
Após boa atuação contra o Grêmio, Khellven pode ser mantido como titular. Foto: Albari Rosa

+ Mais na Tribuna: Petraglia dispara contra arbitragem: “erro agora é oficializado”

A tendência, então, é de que Léo Pereira retorne ao time na vaga de Robson Bambu e forme dupla com Lucas Halter. Na lateral-direita, a boa partida realizada diante do Grêmio pode ter garantido ao jovem Khellven a manutenção entre os titulares. Mas essa é a principal dúvida que o treinador mantém para a partida.

Do meio para frente, o Athletico deve ser o mesmo. A escolha pelo meia Léo Cittadini deu certo contra o tricolor gaúcho. O Furacão teve um bom desempenho ofensivo e o jogador deve ser mantido entre os titulares. Com isso, Lucho González e Marcelo Cirino ficarão na reserva mais uma vez.

+ CBF divulga datas e horários de mais rodadas do Brasileirão

Assim, o setor de contenção terá mais uma vez os volantes Wellington e Bruno Guimarães. Na frente, o time contará com o trio de frente formado de novo por Nikão, Rony e Marco Ruben.

O provável Athletico deve ir a campo com: Santos; Khellven (Madson), Lucas Halter, Léo Pereira e Marcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Nikão, Rony e Marco Ruben.

Tudo sobre a final da Copa do Brasil!

+ Torcedores fazem promessas malucas em caso de título do Athletico
+ ‘Cartola’, com direito a fraque, faz a alegria da galera na Arena
+ Saiba quanto o Furacão pode faturar se levar a Copa do Brasil
+ Marcelo Cirino e Santos têm segunda chance na Copa do Brasil
+ Arena da Baixada mais uma vez recebe duelo histórico e pode ser decisiva pro Furacão
+ Futebol paranaense tenta acabar com jejum na Copa do Brasil

chamada-site