O polêmico pênalti marcado a favor do Santos no final da partida com o Athletico, que definiu o placar em 1×1, neste domingo (8), na Vila Belmiro, não passou impune pelo presidente do Conselho Deliberativo do clube, Mario Celso Petraglia.

Logo após a partida, o dirigente postou em sua conta pessoal no Facebook na qual reclama da arbitragem nos jogos do Furacão, alegando que não é a primeira vez que o time é prejudicado e que “existe incompetência ou corrupção”, no apito.

+ Leia também: Furacão começa a semana focado na decisão da Copa do Brasil

“Estamos cansados de erros de arbitragens contra nós! A esperança do VAR não existe mais, o ‘erro’ agora fica oficializado! A nossa torcida que se manifeste e reaja! Pedir à direção do Furacão que façamos alguma coisa de nada resolve! Estamos todos esses anos lutando contra o sistema, além de cansada, se sente impotente! O ano passado foi a mesma história na Vila e no Beira-Rio! O nosso projeto vitorioso carimba na testa do Brasil, que, ou existe incompetência ou corrupção! Não deixam nosso Athletico seguir sua vida em paz! O tempo será o senhor da razão!!!”, disparou Petraglia.

+ Mais na Tribuna: Santos, o homem dos milagres do Athletico

A jogada aconteceu já aos 45 minutos do segundo tempo, quando Marinho foi derrubado por Braian Romero na entrada da área. O árbitro Rodrigo Carvalhaes de Miranda, em um primeiro momento, havia marcado falta fora da área, mas após consultar o VAR mudou de opinião e assinalou o pênalti, que Carlos Sánchez converteu e empatou o confronto.

Logo após o jogo, Petraglia se manifestou nas redes sociais. Foto: Reprodução/Facebook
Logo após o jogo, Petraglia se manifestou nas redes sociais. Foto: Reprodução/Facebook

A polêmica irritou os técnicos Tiago Nunes, do Rubro-Negro, e Jorge Sampaoli, do Peixe, que trocaram reclamações e tiveram que ser contidos, com o preparador físico santista, Pablo Fernández, sendo expulso.