Até onde vai a paixão do torcedor por seu time do coração? E para ver seu time campeão? Além de estar apresentando um bom futebol, o Athletico tem contado com a ajuda vinda de fora das quatro linhas. Não apenas com o apoio vindo das arquibancadas, mas sim de promessas feitas por torcedores para ver o Rubro-Negro erguer a taça. Já aconteceu nas conquistas recentes da Copa Sul-Americana, no ano passado, e da Levain Cup, no Japão, no mês passado. E vai ter mais pela frente, desta vez, para ver o Furacão campeão da Copa do Brasil no duelo contra o Internacional, que começa nesta quarta-feira (11), às 21h30, na Arena da Baixada.

Luhana tatuou as últimas conquistas do Furacão. Foto: Arquivo pessoal.
Luhana tatuou as últimas conquistas do Furacão. Foto: Arquivo pessoal.

A advogada Luhana Baldan gravou na pele as principais conquistas do Athletico. A promessa veio no ano passado, quando o Athletico venceu o Junior Barranquilla, da Colômbia e garantiu o título inédito da Copa Sul-Americana. Ela, então, decidiu tatuar a taça do torneio. Depois, veio a Levain Cup e completou fazendo a tatuagem do título do Campeonato Brasileiro de 2001.

“A primeira promessa, na verdade, foi na Sul-Americana. Falei que se a gente ganhasse eu iria fazer. Até brinquei e disse para alguns amigos que viraria um gibi para gravar os títulos do Athletico. Mantive a promessa para a Copa do Brasil. Estou só esperando ela. É uma das que mais quero, assim como a da Libertadores”, afirmou a torcedora, que já garantiu presença nos dois jogos da final da Copa do Brasil na Arena da Baixada e no Beira-Rio.

Torcedoras fizeram tatuagens com as conquistas recentes. Foto: Arquivo pessoal.
Torcedoras fizeram tatuagens com as conquistas recentes. Foto: Arquivo pessoal.

A paixão pelo Athletico da dentista Jessica Ribeiro surgiu aos 13 anos. Foi levada por um amigo para ver um jogo do Furacão na Arena da Baixada. Foi paixão à primeira vista. A partir dali, raramente perdeu um jogo. Recentemente, nas conquistas do clube, a torcedora tem inovado nas promessas e vale até pagar mico no Caldeirão para ver o Rubro-Negro erguer a taça.

“A primeira doideira foi na final da Sul-Americana. Prometi que faria uma caminhada de 35 km. Da casa de um amigo até o CT do Caju e de lá até a Arena. Fiz também uma tatuagem com a frase dita pelo Lucho González: ’Uma final não se joga, se ganha’. Fiz a tatuagem recentemente, no dia do jogo da volta contra o Grêmio”, contou.

+ Mais na Tribuna: Santos x Athletico é marcado por ‘bate-boca’ entre técnicos

Mas as promessas não pararam por aí. Para ver o Athletico campeão da Copa Suruga, Jéssica prometeu que iria a um jogo na Arena da Baixada vestida de gueixa. Foi o que aconteceu. Agora, ela terá que pagar a promessa feita para ver o Furacão na decisão da Copa do Brasil e já definiu o que vai fazer para ver seu time do coração campeão dessa competição nacional pela primeira vez.

Daniela foi vestida de gueixa após a conquista da Copa Suruga. Foto: Arquivo pessoal.
Jessica foi vestida de gueixa após a conquista da Copa Suruga. Foto: Arquivo pessoal.

‘Vou a Porto Alegre para a final e acender 31 velas na catedral da cidade e comprar uma camiseta do Grêmio. 31 por conta do número de edições da Copa do Brasil. Se o Athletico for campeão, vou a um jogo na Arena da Baixada vestida de prenda (roupas típicas do Rio Grande do Sul) e um amigo vai de par comigo vestido de gaúcho”, comentou a torcedora.

+ Leia também: Petraglia dispara contra arbitragem: “erro agora é oficializado”

O vendedor Angelin Alves Pires Júnior também vai promete pagar um mico para ver o Athletico campeão da Copa do Brasil. Ele vai vestido de Super-Homem no jogo seguinte ao título do Furacão. Será também, uma homenagem para o técnico Tiago Nunes que, para ele, é o cara do clube nesse bom momento que vive dentro de campo.

“Fiz essa promessa de ir vestido de Super-Homem no próximo jogo em casa após o título para homenagear também o Tiago Nunes, que é o Super-Homem do Athletico. Ele assimilou a ideia do clube, que vem trabalhar igual desde a base até o profissional. É um cara muito motivador, é um paizão e que todo mundo quer estar perto. É o grande responsável por essa fase que estamos vivendo‘, finalizou Júnior.

+ Leia mais: Jogadores reclamam de arbitragem, mas destacam atuação do Athletico

Além desses três torcedores, nas redes sociais, diversos torcedores deixaram registradas suas promessas para ver o Athletico campeão da Copa do Brasil. Elas variam. Vão desde a abstinência por refrigerante e cerveja e vai até ficar sem dormir por mais de duas noites e colocar o nome do filho com o nome do jogador que garantir essa conquista inédita para o clube.