Mesmo que a vitória tenha escapado pelas mãos do Athletico nos minutos finais de jogo diante do Santos, neste domingo (8), o ponto conquistado no empate em 1×1 frente a um adversário que briga pelo título foi comemorado pelo elenco. Com um lance apontado pelo VAR, confirmado pelo árbitro e contestado pelos jogadores, o Furacão deixou de confirmar o triunfo nos minutos finais do confronto.

O Rubro-Negro estava vencendo até os 44 minutos da segunda etapa, quando a arbitragem apontou uma penalidade a favor dos donos da casa, depois de Rodrigo Carvalhaes de Miranda ter sinalizado falta de Brian Romero em Marinho. No entanto, após consultar o VAR, o juiz voltou atrás e deu a falta dentro da área, com Sánchez convertendo e definindo o placar.

+ Leia também: Petraglia dispara contra arbitragem: “erro agora é oficializado”

Na saída do gramado, o zagueiro Pedro Henrique deixou clara sua insatisfação com a arbitragem, porém fez questão de lembrar do ponto somado em um duelo fora de casa. “A gente está sempre sendo prejudicado pelo VAR. Não é a primeira vez, mas conseguimos um ponto importante para levar para Curitiba”, afirmou ele.

+ Mais na Tribuna: Santos x Athletico é marcado por ‘bate-boca’ entre técnicos

Um dos poucos titulares do Athletico em campo, uma vez que o técnico Tiago Nunes poupou as principais peças, já visando a final da Copa do Brasil, o zagueiro Léo Pereira não concordou com a sinalização do pênalti, que impediu que o time saísse da partida com três pontos somados.

“Pra mim era nítido que estava fora da área. Mesmo assim, fizemos grande partida, todos estão de parabéns e agora vamos nos dedicar para o jogo de quarta-feira”, destacou o defensor, que deve ser titular diante do Internacional, no primeiro jogo da decisão, nesta quarta-feira (11), na Arena da Baixada.

+ Viu essa? Athletico começa a semana focado na decisão da Copa do Brasil

O atacante Thonny Anderson falou sobre a ‘consciência leve’ de todo o elenco, mesmo com o empate, e reforçou que o fundamental é que o time somou pontos e teve uma boa atuação.

“É um ponto importante, dos males o menor. Somar ponto no Brasileiro é o mais importante. Estamos mostrando a força do elenco, não só os 11 titulares, mas a equipe alternativa. Saímos ‘leves’ e tranquilos, conscientes de que fizemos uma boa partida”, arrematou.