Pra toda família

“AnimaRua” leva alegria e fantasia a todos no Festival de Curitiba

AnimaRua é atração do Festival de Curitiba, Foto: Letícia França / Universidade Positivo

Por Letícia França – Estudante de jornalismo na Universidade Positivo

A Mostra de Teatro de Formas Animadas de Rua – AnimaRua, da Trágica Cia de Arte, começou na última quinta-feira (28). É um grupo diversificado, com artistas nacionais e internacionais, que fazem o teatro Lambe-lambe, peças em pequenas caixas e outras apresentações para atrair o público para um novo mundo.

Durante a apresentação, o espectador tem um assento único e olha através de uma abertura na caixinha, descobrindo então uma nova forma de teatro. O público teve acesso a apresentações de comédia e mímicas, o que realçou o clima leve e divertido que o evento traz.

A atriz Naiara Parolin apresentou “A Construção de Valentin”, um enredo envolvente, sem falas e com mímicas. No centro das atenções, somente ela e o boneco, com uma questão que ela define como “Quem manipula quem?”. Naiara contou que suas histórias são diversas e fluidas, não se prendendo a nenhuma definição literal, o que faz de sua curta apresentação algo totalmente interpretativo.

+ Veja mais: Você sabia que a “Miami do Sul” fica no Paraná? Terrenos custam até R$ 3 milhões

O espetáculo também teve a participação do contador de histórias com fantoches Ruddy Castillio, diretamente de Lima, no Peru. O apresentou “Um pão para cada vizinho, uma história do Diabo e o Padeiro”.

O AnimaRua trouxe dez artistas para exibir essa forma única de contar histórias, que explora cada um de seus mundos a sua maneira, como Daniele Viola, de Ribeirão Preto, que trouxe a peça “Quando as Flores Caem”, feita com música oriental, sombras e elementos da natureza. O público se emocionou. Rosangela Azenha, uma amante de teatro, disse que “vale muito a pena, acende em nós uma emoção, é possível  sentir a força primitiva, a apresentação de Daniele Viola é o exemplo que a arte alimenta nossa alma”.

Para entender como funciona a montagem e confecção desses novos mundos, conversamos com Beto Rodrigues, que veio de Salvador, “as caixas, em sua maioria, são feitas de modo que seja prático e também para serem reutilizadas em outras histórias, sendo realmente um pequeno palco em que o criador faz o que bem desejar, sendo de fato, prático e, ao mesmo tempo, complexo”, explicou.

+ Você viu? Vandalismo cancela viagem histórica de trem entre Morretes e Curitiba

O Anima Rua traz oportunidades de acesso a grandes espetáculos, com o “pague o quanto vale”, em que o espectador decide a quantia a ser desembolsada. A Mostra vai até 01 de abril, em diversos locais de Curitiba.

Veja o calendário do AnimaRua

31/03 – Praça João Candido, às 10h

01/04 – Praça General Osório, às 16h

Valor da entrada: Pegue o quanto vale 

Classificação: Livre

A próxima apresentação do artista peruano Ruddy Castillio será no último dia do AnimaRua, dia 01 de abril às 16h.

Avenida importante de Curitiba vive impasse! Qual é a melhor solução?
Vote na enquete!

Avenida importante de Curitiba vive impasse! Qual é a melhor solução?

Empresário de Curitiba conquista todos com esse veículo famoso na Índia
Amarelo simpático!

Empresário de Curitiba conquista todos com esse veículo famoso na Índia

Rapazes têm dia digno de
VÍDEO

Rapazes têm dia digno de “Superhomem” em Curitiba; O que eles fizeram foi INCRÍVEL!!!

Whatsapp da Tribuna do Paraná
RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba as notícias do seu bairro e do seu time pelo WhatsApp.