enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Julgamento

Alegando problemas de saúde, Aciolli consegue adiamento de júri popular

  • Por Giselle Ulbrich
Foto: Reprodução/Instagram

A sessão plenária que levaria a júri popular o apresentador de TV Roberto Aciolli foi adiada para o ano que vem. Aciolli é acusado de matar a tiro o engraxate Paulo César Heider, em dezembro de 1999. O júri seria realizado nesta quinta e sexta-feira (13 e 14 de dezembro), no Tribunal do Júri de Curitiba. Mas Aciolli alegou problemas de saúde – fortes dores articulares, que o levaram ao hospital numa cadeira de rodas, na noite anterior ao júri – e a juíza aceitou a remarcação da data.

O crime aconteceu por causa de um assalto, cometido contra uma loja que Aciolli tinha com a esposa, no Centro de Curitiba. Ele teria ido atrás dos ladrões, para reaver os produtos. Quando os encontrou, aí surgem duas versões para o crime. Aciolli alega no processo que agiu em legítima defesa, atirando acidentalmente quando Heider reagiu à abordagem do comunicador. A outra versão é a de que o tiro não foi acidental. Este é um dos pontos que devem ser analisados pelo júri.

+Leia também: Suspeitos de roubar e matar vizinho com marretadas são presos na Grande Curitiba

Defesa

A juíza Mychelle Pacheco Cintra Stadler aceitou o pedido de remarcação da data do júri e já agendou a sessão para o próximo dia 12 de fevereiro, às 13h30, no plenário do Tribunal do Júri, no Centro Cívico. Conforme a petição protocolada pelos defensores de Aciolli, os advogados Nilton Ribeiro de Souza e Mário Lúcio Monteiro Filho, a juíza diz que deferiu o pedido por entender que não se trata de nenhuma manobra da defesa para protelar o julgamento.

Ela ainda afirmou que gostaria de dar oportunidade ao réu de que esteja presente para ser interrogado, se defenda e não seja alegada futuramente nenhum tipo de nulidade no processo. No entanto, deixou claro que se não houver a melhora do estado de saúde do réu na nova data do júri, ele será realizado mesmo com a ausência de Aciolli.

Condenado a mais de 7 anos por duplo homicídio, Carli Filho escapa de ir pra prisão

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

36 Comentários em "Alegando problemas de saúde, Aciolli consegue adiamento de júri popular"


Tho Kim
Tho Kim
5 meses 4 dias atrás

Legitima defesa??? Onde??? A LEI é para todos. Fez coisa errada, deve pagar por isso como qualquer outro. Não é melhor que ninguém, e nunca será. Cuidado com os falsos moralistas, quem fala tanto dos bandidos, e age acima da lei, porquê???

Tiago Ribas
Tiago Ribas
5 meses 4 dias atrás

Leva o meliante para a sua casa, apresente a sua filha ou a mãezinha para ele..

Tho Kim
Tho Kim
5 meses 4 dias atrás

Não sei que diferença ele tem de tantos outros que premeditam os crimes de assassinato. Esperou mais de semanas em tocaia, não tinha nem certeza de q ele era o q lhe furtou. Usou bina pra parar o taxi. Não chamou a polícia, tirou o cara do carro com mais um amigo e logo depois um tiro na nuca. Fugiu

Cláudio
Cláudio
5 meses 4 dias atrás

….. pois da muito “trabalho” e é mais fácil dar um berro pra cada um resolver como quiser. Mas o imposto da segurança será cobrado, mesmo que a responsabilidade sobre ela, tenha sido transferida pra você.
Que comecem a se matar. Não esqueçam que não existe só a lei dos homens.

Cláudio
Cláudio
5 meses 4 dias atrás

UM dia teremos um pseudo “homem de bem” matando um ladrão. Vão aplaudir.
Daí esse pseudo homem de bem vai matar um homem de bem de verdade, por um motivo banal. Trânsito por exemplo.
E todos ficarão com cara de bunda aqui.
Lei pra todo mundo. Mas isso, governante não faz funcionar…….

Oscar Aglio
Oscar Aglio
5 meses 5 dias atrás

Eliminou um lixo. Deixa rolar, que prescreve.

1 2 3 5
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas