enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Na madrugada

Assalto a caminhões tem assassinato com sapecada de tiros

Os caminhões levavam mercadoria para o Ceasa de produtores rurais de Campo Magro, mas precisaram parar para a troca de um pneu furado

  • Por Alex Silveira
Foto: Arquivo/Tribuna do Paraná
Foto: Arquivo/Tribuna do Paraná

Um assalto a caminhões, que estavam carregados com tomates, que seguiam para o Ceasa acabou com uma morte e uma sapecada de tiros na noite de quarta-feira (2), na Cidade Industrial, em Curitiba.

Leia mais! Novo parque na região de Curitiba é opção de pesca e lazer! Conheça!

Após parada para troca de um pneu furado, os caminhões foram abordados por dois homens armados que deram voz de assalto. Um dos ocupantes do caminhão, de 27 anos, reagiu ao assalto e foi baleado no peito. Em retaliação, antes de fugir, os criminosos atiram a esmo contra outros ocupantes dos caminhões.

O assalto ocorreu por volta das 22h16, próximo ao chamado Viaduto da Bosch, na trincheira da Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira com a Rua Cyro Correia Pereira. Segundo a Polícia Militar (PM), além da vítima em óbito, um outro homem que estava no caminhão, de 42 anos, teve ferimentos moderados na cabeça ao ser atingido por um tiro de raspão. Um outro ocupante de um dos caminhões também machucou o pé ao sair correndo.

Os caminhões levavam mercadoria para o Ceasa de produtores rurais de Campo Magro, Região Metropolitana. Os feridos foram encaminhados ao Hospital do Trabalhador e a vítima fatal ao Instituto Médico Legal.

A Polícia informou que fez buscas pela região, mas não encontrou os suspeitos.

Você viu a Sarah? Família está desesperada atrás de informações!

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

5 Comentários em "Assalto a caminhões tem assassinato com sapecada de tiros"


Marcelo  De Souza
Marcelo De Souza
2 meses 14 dias atrás

Votei no Bolsonaro pela esperanca de ver bandidos com penas maiores , trabalhando na cadeia e pagando parte dos custos da estadia. Pois e injusto povo de bem pagarem para os marginais ficarem formando cartel na cadeia

Gustavo de Souza Pereira
Gustavo de Souza Pereira
2 meses 14 dias atrás

Conheço caminhoneiro que anda armado. Há pouco tempo foi parado e a polícia apreendeu a arma de dele e o conduziu à delegacia. Após ser liberado, foi na favela e comprou uma arma melhor que antiga. Diz que não anda mais desarmado após entrarem na cabine de seu caminhão, enquanto pernoitava.

Gustavo de Souza Pereira
Gustavo de Souza Pereira
2 meses 14 dias atrás

O bizarro é que se ele utilizar essa arma para defesa pessoal (legítima defesa), mesmo assim poderá responder criminalmente. Isso prova que no Brasil não temos direito à legítima defesa, na prática. Esse possibilidade existe somente no Código Penal.

Edson Curitiba
Edson Curitiba
2 meses 14 dias atrás

Fazem isso porque são covardes, espera isso acontecer com esses motoristas com um 38 na cinta.

Pabllo Vittar
Pabllo Vittar
2 meses 15 dias atrás

Esse cic é um rio de janeiro dentro de Curitiba, nada que preste acontece ali… depois falam da RMC

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas