Proprietários de veículos no Paraná devem ficar atentos. A partir de 2020, as guias de pagamento do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) não serão mais entregues em casa. Donos de veículos terão que ir atrás e imprimir as próprias guias, cujos pagamentos começam em janeiro, com quota única e com 3% de desconto, ou parcelado em até três vezes (a primeira em janeiro e as outras duas em fevereiro e março). Quem não quiser imprimir as guias, pode fazer o pagamento apenas com o número do Renavam dos veículos. Você sabe quanto vai custar o IPVA do seu carro? Veja aqui!

Para imprimir a guia de pagamento do IPVA 2020 basta acessar o site da Secretaria da Fazenda do Paraná e inserir o número do Renavam, presente no documento do veículo.  Após inserir o Renavan, basta acessar o menu Serviços Rápidos – IPVA impressão e selecionar a forma de pagamento, se à vista ou parcelado.

+Leia mais! Preso suspeito de matar policial de folga que tentou evitar assalto na RMC

Como pagar o IPVA sem ter a guia?

Segundo a Secretaria da Fazenda, é possível ainda fazer o pagamento sem ter a guia impressa em mãos. Basta o contribuinte ir pessoalmente a um dos sete dos bancos credenciados com o número do Renavam. Os bancos são: Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, Sicredi, Banco Rendimento e Banco Cooperativo do Brasil.

+Viu essa? Taxa pra financiamento de veículos não deve baixar, defende MP

Economia enorme

A mudança na impressão do IPVA 2020 vai gerar uma economia de R$ 8 milhões por parte do governo. Todo o valor arrecado com o imposto, cerca de R$ 3,3 bilhões, serão aplicados em educação, segurança e saúde. Desse total, 50% fica com os municípios nos quais os veículos estão licenciados.