Os proprietários de 3,9 milhões de veículos emplacados no Paraná saberão em breve quanto irão pagar de IPVA em 2020, o Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor. A previsão é que até o dia 15 de dezembro de 2019 seja divulgada a tabela oficial de valores a serem recolhidos no ano que vem. A tabela irá trazer os valores venais dos veículos para o cálculo do tributo.

+ Leia mais: Secretaria de Justiça do Paraná abre concurso com 65 vagas

Mas há uma forma de saber uma estimativa de quanto o imposto vai custar no bolso. Basta consultar o site do programa Nota Paraná, que traz uma tabela provisória. É que começou no dia 1º e vai até 30 de novembro o prazo para usar créditos do programa (que retorna para o consumidor parte dos impostos recolhidos). Como o período termina antes de a tabela oficial ser gerada, a Secretaria de Estado de Fazenda elaborou um cálculo estimado de quanto vai custar o IPVA no ano que vem.

Qual o valor do IPVA?

A alíquota é de 3,5% para automóveis e de 1% para ônibus, caminhões, veículos de carga, de aluguel ou que usam gás GNV. Para saber quanto será a taxa, basta multiplicar o valor do veículo na tabela que será divulgada pela alíquota.

Qual o desconto à vista?

Para quem pagar à vista, o desconto será de 3%, conforme previsto em lei.

O IPVA pode ser parcelado?

Sobre o parcelamento, em 2019, o valor pôde ser parcelado em até três vezes, o que deve ser mantido para 2020.

Quem não paga IPVA?

Táxis, ônibus de transporte urbano, veículos para pessoas com deficiência, para o transporte escolar e os que foram fabricados há mais de 20 anos têm isenção. Também estão isentos os carros elétricos.

Como pagar pelo Nota Paraná?

A transferência de créditos pode ser feita pelo portal do programa ou pelo aplicativo do Nota Paraná, que pode ser baixado gratuitamente e está disponível para sistemas Android e IOS. Para fazer a transferência, o participante do programa deverá acessar a conta do Nota Paraná e clicar na aba “minha conta corrente” e em seguida clicar na opção “Transferir crédito para pagamento de IPVA – Exercício 2020” e seguir as instruções.

+ Leia também: Lula continua com todos os crimes dele nas costas’, diz Bolsonaro

É possível abater o IPVA de mais de um veículo de um mesmo proprietário. Não precisa ter em mãos o número da placa ou do Renavan para fazer a consulta. As bases do Detran e do Nota Paraná são interligadas. Ao acessar o sistema do programa, as informações sobre os veículos cadastrados naquele CPF já aparecem na tela. Basta assinalar a escolha e digitar o valor que quer destinar para abater no imposto.

+ Leia mais: Haitiano leva tiro na perna após não obedecer ordem de policiais

Se o contribuinte não tiver crédito suficiente para quitar integralmente o IPVA, a Secretaria da Fazenda enviará um boleto com a diferença do imposto, para que o pagamento seja complementado no ano que vem. O desconto de 3% para quitação à vista também está disponível para quem usa os créditos do Nota Paraná. Por outro lado, se o valor destinado pelo usuário for maior que o tributo lançado, a diferença será devolvida na conta do programa em janeiro de 2020.

Derrotas da Lava Jato: o quem vem por aí após Lula solto e o fim da prisão em 2ª instância