O sertanejo é um dos gêneros musicais brasileiros que mais possui boas histórias e uma delas é a da dupla Chrystian & Ralf, que já cantava desde a infância e, na estreia, em 1983, conseguiu nada menos do que um disco de ouro. Em meio a tanta gente que surgiu desde então, principalmente do mesmo estado que eles, Goiás, a dupla é uma das poucas que se mantém firme e ainda esgotando ingressos dos shows por onde passam. Em Curitiba, no último sábado (27), eles tiveram um exemplo da força que ainda têm.

A capital paranaense, que é uma das cinco que mais ouvem a música de Chrystian & Ralf, esgotou os ingressos do Teatro Positivo. “Saber que Curitiba está entre as cinco cidades que mais ouve a gente é maravilhoso demais. Junto disso, ficamos muito felizes em estar aqui novamente”, disse Chrystian à Tribuna do Paraná. “É uma notícia agradável demais pra gente, porque estávamos comentando sobre a cultura de Curitiba, que admiramos muito e adoramos, e bom saber que as pessoas correspondem a esse carinho é demais”, completou Ralf.

Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.

+Leia também: Edson & Hudson gravam DVD com estrutura tecnológica do diretor da turnê Amigos

Considerados um dos nomes do sertanejo com mais afinação vocal, os dois podem ser avaliados como artistas que nunca se envolveram em polêmicas. À reportagem, eles disseram acreditar que a independência da dupla permitiu isso. “Há mais ou menos 15 anos nós somos independentes de gravadoras, de rádios, de TV, não temos essa preocupação de ter que fazer alguma coisa porque tem que sair, sabe? Pra gente funciona diferente, a música tem que ter conteúdo, falar no coração das pessoas, e por isso que a nossa independência é importante, porque a gente grava o que quer e quando sente que tá na hora. Não temos obrigação nenhuma de soltar disco”, disse Chrystian.

Apesar de estarem longe da necessidade dos holofotes e de lançar algo novo a todo custo, a dupla sabe o quanto é importante inovar. “O lance da modernidade é importante, por isso sempre buscamos trazer coisas novas. A inovação tem que ter sempre, mas ainda assim nós gravamos quando sentimos na alma. Temos muito tempo de carreira para falar balela qualquer. Por isso que a gente só vai para o estúdio quando sente que aquele momento é especial”, comentou Ralf. Veja a entrevista completa:

+Leia também: ‘Não fico com homem casado, não’, disse Anitta em primeira ficada com Pedro Scooby

Recentemente, a dupla lançou alguns projetos em formato pocket, o que fez com que algumas músicas fossem lançadas e outras passaram por uma reformulação. A ideia dos novos projetos se faz importante principalmente pelos músicos perceberem que o público também se renova. “Temos a consciência da renovação do público, principalmente quando a gente vê que nos shows tem a vó, a mãe e a neta. Esse lance de estarmos sempre buscando reciclar as nossas músicas tem muito a ver com isso, temos que acompanhar a evolução das coisas”, concluiu Chrystian.

Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre futebolentretenimentohoróscopo, nossos blogs exclusivos e os Caçadores de NotíciasVem com a gente!

Multishow divulga indicados ao prêmio neste ano e deixa Luan Santana fora