No apagar das luzes, o Coritiba entrou em acordo com a Globo e terá suas partidas transmitidas na Série B em 2019. Depois de muita indefinição, o clube aderiu ao contrato coletivo de televisionamento da competição. O prazo oficial para a reposta terminava na terça-feira (26). Sport e Vitória, os outros ‘grandes’ que ainda não haviam definido a situação, também assinaram.

+ Leia também: Coxa aposta todas as fichas contra o Paraná Clube

Entre os clubes que estreiam no campeonato, contudo, Botafogo-SP, Cuiabá e Operário seguem sem vínculo com a emissora de televisão. A reportagem apurou que a posição é uma estratégia na negociação coletiva com CBF e Globo e, mesmo fora do prazo, o trio deve aderir ao contrato gerido pela Confederação Brasileira de Futebol.

“Estamos debatendo com a CBF para ver se conseguimos melhoras no contrato e estamos aguardando uma definição. Temos uma comissão criada para isso”, confirmou o vice-presidente do Cuiabá, Cristiano Dresch.

+ Mais na Tribuna: Meia chileno pode pintar no Coritiba

“Acredito que vamos ter uma conclusão, de uma forma ou outra, aderindo ao contrato. Estamos pensando em todos os clubes. Não queremos colocar CBF e Globo na parede, apenas estamos defendendo o interesse de todos. Já tivemos avanços importantes”, completou.

Em negociação com a CBF há quase dois meses, os clubes da Série B estão próximos de conseguir um incremento na cotas de televisionamento do campeonato.

Atualmente, cada clube receberia R$ 5,6 milhões (em dez parcelas) pela cessão dos direitos de transmissão em TV aberta, TV fechada e pay-per-view (PPV). O novo acordo, que ainda não está 100% definido, elevaria esse valor para aproximadamente R$ 7 milhões, de acordo com a Gazeta do Povo.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!