A crise financeira do Coritiba, aliada à mudança do calendário do futebol brasileiro por causa da pandemia de Covid-19, pode mudar os rumos do processo eleitoral do clube.

Nos bastidores, dois pré-candidatos de oposição articulam com a atual gestão o lançamento de uma única chapa no pleito de dezembro. A ideia ainda está em fase de estudo, mas é possível que o grupo do atual presidente, Samir Namur, forme uma coalizão com Renato Follador Júnior e João Luiz Buffara Lopes, o Jango.

“Me procuraram e perguntaram sobre a possibilidade de fazer uma reunião. Me coloquei à disposição, conversamos por videoconferência. A proposta é sair uma chapa única”, confirmou Follador à Tribuna do Paraná/Gazeta do Povo.

Além da situação econômica desconfortável, o prolongamento do Brasileirão até fevereiro de 2021 é um dos motivos da aproximação. Com a mudança, a eleição aconteceria no início do segundo turno do campeonato, fato que atrapalharia bastante o início de trabalho do próximo presidente. Renovações de contratos, por exemplo, seriam problemas imediatos.

“Com essa ideia de chapa única o trabalho poderia começar, na prática – não de direito –, ainda no começo do Brasileiro, com o grupo assumindo todas as funções. Então, foi montado um grupo que está estudando isso. O fundamental é que valores e planejamento estratégico estejam alinhado, que tenhamos ideias comuns. Se forem radicalmente diferentes não há discussão”, ressalta Follador, que afirmou anteriormente que não concordava com “absolutamente nada” feito pela gestão de Samir.

Caso haja consenso quanto aos projetos, o nome do cabeça de chapa sairia em comum acordo entre os membros dos três grupos. A definição sobre a chapa única deve sair até o fim de agosto, pouco antes do início do processo eleitoral coxa-branca.

Além dos pré-candidatos citados na reportagem, Paulo Roberto Silveira, o Paulinho Mago, também se apresenta como concorrente ao cargo. No entanto, ele ainda não participou das conversas de formação de uma única chapa.

+ Mais do Coxa:

+ Veja as datas, horários e locais dos próximos jogos do Campeonato Paranaense
+ Robson admite que cansaço pesou mesmo com a vitória do Coritiba
+ Protocolo descumprido, ‘jeitinho brasileiro’ e reservas torcedores. O que rolou na volta do Paranaense


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?