Robson sentiu o cansaço físico após quatro meses sem jogar. Foto: Divulgação/Coritiba

Autor do gol da vitória do Coritiba por 1×0 sobre o Paraná Clube, no último domingo (19), na Vila Capanema, o atacante Robson admitiu que o cansaço físico foi um adversário a mais na partida.

O jogador precisou ser substituído aos 31 minutos do segundo tempo e revelou que todos que foram a campo sentiram o desgaste da primeira partida após tento tempo de paralisação.

“É difícil voltar depois de quatro meses, é tudo diferente. Eu senti um pouco, acredito que a maioria sentiu, mas aos pouquinhos a gente vai entrar em forma e cada vez mais dando o nosso melhor”, disse o atleta, em entrevista ao DAZN.

Porém, mesmo assim o Coxa saiu de campo com uma boa vantagem, podendo jogar pelo empate para se classificar para as semifinais. Mesmo assim, Robson não quer jogar com o regulamento.

“Não tem nada ganho, vai ser um jogo muito difícil, uma guerra e temos que nos manter concentrados”, completou.

A partida de volta está marcada para a próxima quinta-feira (23), às 20h, mas ainda depende da homologação da Federação Paranaense de Futebol (FPF).

+ Mais do Coxa:

+ Protocolo descumprido, ‘jeitinho brasileiro’ e reservas torcedores. O que rolou na volta do Paranaense
+ Barroca aponta Coritiba sentindo dificuldade física e não vê classificação garantida
+ Assista ao gol da vitória do Coritiba sobre o Paraná Clube


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?