A semana mais importante da temporada para o Athletico começou de uma forma pouco esperada. A declaração inusitada do técnico Tiago Nunes depois da derrota por 1×0 sofrida para o Avaí, na manhã de domingo (15), na Arena da Baixada, dando a entender que poderia deixar o clube após a decisão da Copa do Brasil diante do Internacional, nesta quarta-feira (18), às 21h30, no Beira-Rio, deixou os torcedores preocupados.

Na verdade, o desabafo do treinador foi um pouco fora de hora. Claro que ele garantiu que está mentalmente focado na decisão, mas não escondeu que fisicamente está extenuado por conta das funções que acumula no Furacão, além do comando do time profissional. Pesou nisto também o fato de no domingo ser o aniversário da filha dele, Luiza, que completou quatro anos, e ele não poder estar presente, uma vez que depois do jogo treinou os titulares à tarde, no CT do Caju.

Tanto que, na manhã desta segunda-feira (16), ele gravou um vídeo no perfil oficial do clube esclarecendo as suas falas e garantiu estar 100% focado no clube e, principalmente, na grande decisão em Porto Alegre.

“Eu tenho o hábito de responder o que me perguntam. Me perguntaram se eu estava cansado e, sim, fisicamente não tem como não estar cansado, pela rotina de jogos, mas como falei na coletiva, mentalmente estou inteiro, estamos vivendo um momento histórico e estão todos focados. Somos 100% Furacão, compromisso total que estamos tendo no clube e contamos com o apoio do torcedor”, disse ele.

“A gente fala na coletiva quando estamos cansados pós-jogo, treinamos após o jogo, a rotina está pesada, mas estamos dentro e focados para a final e toda a temporada. Estamos vivendo um sonho e o torcedor acredita em nós”, completou.

+ Leia também: 14 anos depois, Furacão volta a fazer uma decisão no Beira-Rio

No entanto, rapidamente a declaração de Tiago na coletiva ganhou as redes sociais. Entre os torcedores, é praticamente unanimidade que o Rubro-Negro só está vivendo esse grande momento graças ao treinador. Ele substituiu Fernando Diniz na metade do ano passado, tirou o time da lanterna do Brasileirão e foi campeão da Copa Sul-Americana

Neste período, o técnico foi sondado por outros clubes, mas sempre deu preferência para o Athletico. Caiu rapidamente nas graças do torcedor quando, ainda com o time alternativo, foi campeão paranaense do ano passado. O carinho entre os lados é mútuo. Por isso foi grande a preocupação da torcida com uma possível saída do comandante depois da Copa do Brasil.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

“Não leio jornal, não entro na internet, senão acabo sendo influenciado. Percebo o carinho quando vejo a turma do amendoim fazendo uma faixa. Cria-se uma empatia, eles continuam ali dando os conselhos de sempre. É quase uma parceria. O sentimento que tenho pelo torcedor foi construído pelos resultados, por uma junção de situações. Treinador e clube sedentos por oportunidades, de provar seu valor. Momentos parecidos. O Athletico buscando seu crescimento, reconhecimento internacional e nacional e eu, como treinador, buscando espaço e reconhecimento. Foi criada então essa sinergia e empatia com o torcedor”, arrematou Nunes.