Com o slogan “vista a revolução”, o Athletico lançou seus novos uniformes para a sequência da temporada. O Furacão apresentou, e já colocou à venda, quatro novos modelos de camisa: a número, em preto e vermelho, a reserva, predominantemente branca, um conjunto três, em preto, e a de goleiro, com detalhes em azul.

As camisas, que custam R$ 287,91 para sócios do clube e R$ 319,90 para os demais, já estão à venda pelo site do clube. A equipe já vestirá o novo uniforme no duelo com o Jorge Wilstermann, nesta terça-feira (15), 19h15, pela Libertadores.

Os novos modelos já haviam vazado no começo de agosto. Um deles, inclusive, foi flagrado à venda em loja. O presidente do clube, Mario Celso Petraglia, também “vazou” a nova campanha no Twitter no final de semana para, em seguida, apagar a publicação em seu perfil pessoal.

A campanha explora uma “revolução” protagonizada pelo clube. Fala em “rebeldia”, “anti-sistema”, “fora do eixo e da curva” (veja abaixo o anúncio completo). O Rubro-Negro trava uma luta com a Globo, com quem tem contrato até 2024 para exibição em TV aberta, por direitos de transmissão das partidas do Brasileirão.

Foto: Divulgação/Athletico

Veja o texto de anúncio do Athletico das novas camisas:

“Somos rebeldes. Os anti-sistema. Fora do eixo e da curva. Quando grandes clubes nem tinha estádio, vendemos naming rights. Quando queriam um campeonato desgastante, jogamos com nosso sub-23. E vencemos. Enquanto velhas direções seguiam velhos caminhos, mudamos nosso nome e nosso escudo. Por onde passamos, destruímos com entusiasmo as velhas estruturas para deixar um rastro de transformação. Somos inovadores e ambiciosos. Somos o Furacão. E vestimos a revolução”.

+ Mais do Furacão:

+ Petraglia descarta Tiago Nunes e critica torcida: “Viúvas de ex-treinador”
+ Wellington fica no Athletico e ressalta identidade com o clube
+ Athletico ganha confiança pro retorno da Libertadores


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?