Acabou a novela. Depois de quase dois meses da demissão de Tiago Nunes, o Athletico finalmente acertou a contratação de um técnico para a temporada 2020. O nome escolhido foi o do experiente Dorival Júnior, de 57 anos, que foi anunciado na tarde desta sexta-feira (27).

A decisão demorou além do esperado por causa de duas inesperadas recusas. Primeiro, Rogério Ceni disse não à proposta do clube e decidiu permanecer no Fortaleza, onde terá mais voz ativa na montagem do elenco. O mesmo aconteceu com o espanhol Miguel Ángel Ramírez, do Independiente Del Valle, atual campeão da Copa Sul-Americana.

Dorival não estava na lista inicial do diretor de futebol Paulo André, que conduziu diversas entrevistas para tentar minimizar erros na contratação do comandante.

Houve conversas com pelo menos oito nomes diferentes, entre eles os argentinos Sebastián Beccacece, Gustavo Quinteros e Ariel Holan, e o espanhol Domènec Torrent. Em todos os casos, a questão salarial foi determinante para a ausência de um acerto.

Dorival entrou na corrida para o cargo somente depois de esgotadas as opções definidas por Paulo André. Na semana passada, o treinador veio a Curitiba e se reuniu com o presidente Mario Celso Petraglia para bater o martelo.

O último clube de Dorival Júnior foi o Flamengo, em 2018. Depois disso, se afastou dos gramados para tratar um câncer de próstata.

“É uma honra poder vestir essa camisa, uma camisa pela qual eu tenho um respeito muito grande, uma admiração por todo o trabalho que está sendo desenvolvido. Agora tenho a oportunidade de estar à frente desta grande equipe. Tenho certeza que darei meu máximo para que a torcida continue tendo grandes resultados, continue sonhando alto”, disse o novo treinador, em entrevista ao site atleticano.

Em seu currículo, o técnico tem um título de Copa do Brasil (Santos, 2010) e uma Série B (Vasco, 2009), além de uma Recopa Sul-Americana (Internacional, 2011) e sete estaduais.

+ Mais do Furacão:

+ Atlético de Madrid desiste de compra e futuro de Bruno Guimarães fica indefinido
+ “Melhor ano da minha vida”, afirma Léo Pereira, já projetando 2020
+ Felipe Vizeu entra na mira do Athletico pra 2020

[iframe src=”https://especiais.tribunapr.com.br/wp-content/uploads/2018/09/whats-tribuna.html” width=”100%” height=”250″ style=”max-height:250px; overflow:hidden;” scrolling=”no”