A região Sul do Brasil é o 4º maior mercado do Brasil em vendas de adoçantes naturais em volume e valor, é o que aponta pesquisa realizada pela Nielsen, em 2020. Ainda segundo o estudo, a substância mais vendida no segmento de adoçantes naturais é a stevia. No Sul, 97,6% das vendas em volume de adoçantes tidos como naturais são de stevia, sendo o Interior do Paraná a região mais importante desse mercado, com 28,4% das vendas, seguido do estado de Santa Catarina com 22,1% e pela região de Curitiba, que vem na terceira posição, com 21,5%.  

LEIA MAIS – Bolacha, bolo e até suco de fruta: açúcar pode fazer mal e deve ser evitado por crianças de até 2 anos

Além da stevia, outras substâncias como xilitol e eritritol também já começam a ganhar a preferência das pessoas, especialmente aquelas que buscam um adoçante cada vez mais parecido ao sabor do açúcar, em termos sensoriais e de uso. Mas e você, sabe a diferença entre os principais tipos de adoçantes naturais que são encontrados hoje, nas prateleiras dos principais supermercados? Ou ainda têm dúvidas sobre qual escolher para “adoçar” seu cafezinho? Confira, então, mais informações sobre os principais adoçantes de origem natural.

Naturais x blends

Entre as novidades mais recentes da indústria nacional de adoçantes 100% naturais está o eritritol. Extraído do milho não transgênico, vegano, o eritritol possui 70% do dulçor do açúcar, sabor semelhante ao açúcar, zero calorias, ação anticariogênica e não contém glúten. Junto com a stevia e xilitol, o eritritol é mais um adoçante 100% natural, que vem conquistando os consumidores.

E segundo a nutricionista e consultora da Linea Alimentos, Elaine Moreira, existem dois tipos de adoçantes: os que são naturais de verdade, e aqueles que parecem, mas não são. “Os adoçantes naturais são produtos feito a partir de edulcorantes – as substâncias que entregam o sabor doce – que são extraídos direto da natureza, como a stevia que vem da planta Stevia rebaudiana e o xilitol e o eritritol que são encontrados na natureza em vegetais e frutas, por exemplo”

VIU ESSA? Como emagrecer rápido sendo preguiçoso? Isso é possível!

Ainda de acordo com Elaine, existem marcas que misturam esses edulcorantes naturais com artificiais, como: sacarina, ciclamato e sucralose. “Misturam e informam esse blend (mistura) de forma quase ilegível, apenas na lista de ingredientes nos rótulos dos produtos, levando o consumidor a acreditar que está comprando um adoçante natural”, explica Elaine.

Já os adoçantes 100% naturais podem usar mais de um edulcorante, desde que todos sejam naturais, como: xilitol, stevia, eritritol, maltitol, taumatina e sorbitol. No Sul do Brasil, os blends em stevia representam 67,3% do volume de adoçantes stevia.

“Esse dado nos faz refletir sobre o conhecimento real do consumidor sobre o produto que ele está comparando. Se ele busca stevia porque quer um adoçante natural e compra um blend, que mistura edulcorantes naturais com artificiais, o produto perde a naturalidade e o objetivo do consumidor não está sendo atendido”, diz Elaine.

Atenção ao rótulo

Para evitar comprar algo diferente do desejado, a nutricionista dá dicas fáceis e práticas. “É importante ler o rótulo. Existem muitos exemplos no mercado de adoçantes sendo vendidos como stevia, mas que o primeiro ingrediente adoçante é a sacarina, e vale lembrar que na lista de ingredientes, o primeiro é o que está em maior quantidade na composição do produto, portanto, ele tem muito mais da sacarina que é um edulcorante artificial originado do petróleo, do que da stevia, originado das folhas da planta, como é ressaltado na embalagem”, ressalta Elaine.

Stevia

Entre os adoçantes naturais mais conhecidos dos consumidores, está a stevia, que é originada de uma planta que possui o mesmo nome, a Stevia Rebaudiana. A stevia adoça como açúcar, mas deixa um pouquinho do sabor natural da planta. Segundo a nutricionista da Linea Alimentos, a stevia tem zero calorias e pode ser consumida por toda família, por ser um adoçante seguro, que é 100% eliminado pelo nosso organismo. Além disto, a stevia não eleva o açúcar no sangue e mantém seu poder adoçante, mesmo em altas temperaturas.

Preço médio
Stevia (líquido): R$ 12,99, (comprimido): R$ 18,90, (caixa com 50 envelopes de 6g cada): R$ 10,49 e (culinário): R$ 21,90. *Preços informados em 27 de agosto, pela marca Linea Alimentos.

Xilitol

O xilitol é um edulcorante derivado do milho, 100% natural e que conta com 40% menos calorias que o açúcar refinado. O xilitol é feito com um único ingrediente – o próprio xilitol – e possuí ação anticariogênica, ou seja, pode previnir cáries. Com relação ao paladar, o sabor do xilitol é semelhante ao açúcar, sem residual.

LEIA AINDA – Proibida, progressiva com formol é utilizada nos salões de Curitiba sem o conhecimento de clientes

Assim como a stevia, ele pode ser consumido por toda a família e é 100% eliminado pelo organismo. Com baixo índice glicêmico, o xilitol é absorvido muito lentamente pelo organismo e também mantém o poder adoçante em altas temperaturas. Cada sachê de 5 gramas de xilitol corresponde a um sachê de açúcar.

Preço médio
Xilitol (pacote 300g): R$ 34,90 (caixa com 50 envelopes de 5g): R$ 34,90. *Preços informados em 27 de agosto, pela marca Linea Alimentos.

Eritritol

De acordo com a nutricionista e consultora da Linea Alimentos, Elaine Moreira, o eritritol é indicado para o consumidor que já reduziu o consumo do açúcar e agora quer eliminá-lo, sem mudar seus hábitos de uso. “É ideal para quem possui o paladar menos doce, busca aumentar o consumo de alimentos naturais, deseja eliminar calorias e quer praticidade e facilidade de uso, já que pode ser usado em qualquer alimento ou receita que precise ir ao forno”, comenta Elaine.

A especialista afirma que o produto pode ser consumido por todos: crianças, adultos, gestantes, idosos e diabéticos, já que não eleva o açúcar no sangue. Além disso, é eliminado 100% pelo organismo, sendo 90% excretado pela urina. 

Preço médio
Eritritol (pacote 300g): R$ 34,90. (caixa com 50 envelopes de 5g cada): R$ 34,90. *Preços informados em 27 de agosto, pela marca Linea Alimentos.