Com a proximidade do verão, o litoral paranaense vira destino de muitos turistas e o trabalho do Corpo de Bombeiros (CB) tende a aumentar. Prova disso foi o último final de semana, em que começaram a ocorrer casos de afogamentos fatais. No domingo, balneário de Shangri-lá, o policial militar Vágner Rugoski, 30, morreu afogado e seu cadáver foi retirado por banhistas, por volta das 10h. A vítima estava em companhia da família quando aconteceu a fatalidade. Bombeiros ainda tentaram reanimá-lo, porém sem sucesso. Outros três adolescentes desapareceram nas águas do mar, em Pontal do Sul, no mesmo dia. Foram feitas buscas pelo litoral, mas apenas o corpo de uma das vítimas foi encontrado no dia. Os outros dois foram localizados ontem, nos balneários de Shangri-lá e Grajaú. Os corpos dos três jovens, identificados como Jeferson Aparecido Ferreira, 17 anos; Everton Aparecido Ferreira, 17, e Juliano, foram encaminhados ao Instituto Médico Legal de Paranaguá.

Os três adolescentes haviam saído de Curitiba, bairro Prado Velho, no sábado, em uma excursão com destino a Pontal do Sul. De acordo com informações do tenente Menegatti, do CB, não houve como salvar as vítimas de afogamento porque elas estavam em áreas distantes dos locais onde estão distribuídos os guarda-vidas. Fora da época de temporada, os bombeiros permanecem em postos localizados apenas nos principais balneários.

Em Curitiba e Região Metropolitana, o problema de afogamento está relacionado com as cavas. No domingo, dois adolescentes e uma mulher morreram numa cava situada no bairro Cachoeira, em São José dos Pinhais. As cavas não são locais próprios para banho devido aos entulhos lá existentes e ao solo lamacento.

CB procura dois desaparecidos

O Corpo de Bombeiros passou a tarde de ontem realizando buscas atrás de mais dois jovens que sumiram no mar, em Praia de Leste. De acordo com o tenente Menegatti, logo que a guarnição foi avisada sobre o desaparecimento das vítimas, passou a procurá-las. Até o início da noite de ontem, a dupla não havia sido encontrada. Os desaparecidos foram identificados como Luís Carlos da Silva, 23 anos, e Márcio Rovena Chaves, 16.

O Corpo de Bombeiros já iniciou um trabalho de orientação aos banhistas para evitar casos de afogamento em nosso Litoral. A partir do final desta semana, terá início a Operação Verão e aumentará o efetivo de guarda-vidas nas praias.