enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Semana que vem deve ter troca de delegados

  • Por Karen Bortolini

Na semana que vem há possibilidade de os delegados das delegacias de Furtos e Roubos e de Furtos e Roubos de Veículos serem trocados. A medida foi tomada após os tentativas de fugas e fuga de três detentos no sábado, por causa da superlotação na DFRV.

Porém, o delegado da Divisão de Crimes contra o Patrimônio, Luiz Carlos de Oliveira, disse que é comum haver rodízio de delegados. “Isso acontece por falta de adaptação ou por pedido por parte deles”, explica. Com a mudança, o delegado Gerson Machado passa ao comando da DFR e Rodrigo Brown de Oliveira, ao da DFRV.

Carceragem

Luiz Carlos afirmou que não há riscos de parentes ou amigos de presos ajudarem em uma fuga em massa, ao contrário do que sugeriu anteontem o presidente do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil do Paraná, Roberto Ramires. “Os visitantes sabem que pode haver confronto e não planejariam isso”, disse Luiz Carlos.

Gerson Machado afastou dois carcereiros, suspeitos de facilitar a fuga de três presos e de corrupção e tráfico de drogas. Luiz Carlos explicou que a forma de contratação desse profissionais deve ser mudada.

Atualmente, esses profissionais passam por um processo seletivo realizado pela Secretaria de Segurança Pública, com contrato renovado a cada ano. “Os salários são baixos e o comprometimento é pouco. Muitos deles se corrompem”, revelou.

Transferência

Luiz Carlos adiantou que semana que vem 40 detidos serão transferidos para o Centro de Triagem I. A medida amenizará o problema de superlotação na DFRV, mas a carceragem, que comporta 50 presos, ainda terá mais que o dobro da capacidade. “A superlotação é um problema nacional. Temos esta situação não só na DFRV, mas na DFR e no 11.º Distrito Policial”. O governo do Estado anunciou há alguns dias que a Secretaria da Justiça assumirá gradativamente todas as carceragens.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas