Foto: Daniel Derevecki

Receita deixa em cacos 90 mil produtos ilegais.

Perto de 90 mil unidades de CDs, DVDs, óculos e relógios falsificados, além de quatro máquinas caça-níqueis, foram destruídos ontem em Curitiba pela Receita Federal.

Os produtos foram apreendidos durante ações de combate aos crimes de contrabando, descaminho e falsificação, feitas nas ruas e estabelecimentos comerciais em Curitiba e Região Metropolitana nos últimos quatro meses.

A destruição dos materiais marcou as atividades do Dia Nacional de Combate à Pirataria e à Biopirataria, instituído pela Lei 11.203/05.

A destruição foi feita ao lado do terminal de ônibus do Boqueirão. De acordo com o inspetor-chefe da Inspetoria da Receita Federal de Curitiba, José Henrique Nicolli Soares, o local é estratégico porque reúne um grande número de pessoas. ?Isso funciona como uma forma de conscientizar as pessoas para que não comprem produtos falsificados?, disse.

Até outubro de 2007 a Receita apreendeu cerca de R$ 855 milhões em mercadorias, o que significa aumento de 14% em relação a igual período do ano passado. Segundo Soares, cerca de 40% das apreensões do Brasil são feitas no Paraná. Isso porque grande parte dos produtos vem do Paraguai e entra no Brasil via Foz do Iguaçu.