Em ações de fiscalização realizadas no âmbito da Operação Fronteira Blindada, na rodovia BR-277 na região do município de Santa Terezinha de Itaipu/PR e nos estacionamentos de hotéis em Foz do Iguaçu/PR, neste final de semana, servidores da Receita Federal realizaram apreensões de dois veículos carregados de cigarros e eletrônicos.

Na noite de sábado (14), uma caminhonete Chevrolet/S10 foi apreendida no estacionamento de um hotel em Foz do Iguaçu. O veículo apresentava-se com as chaves na ignição e carregada de cigarros de origem paraguaia. No total havia 15 mil maços de cigarros valorados em R$ 69 mil.

Essa mesma caminhonete havia fugido de tentativa de abordagem realizada pela manhã quando passava pelo Posto da PRF em Santa Terezinha de Itaipu, onde servidores da Receita Federal realizavam operação de rotina no âmbito da Operação Fronteira Blindada.

Quando percebeu que seria abordado, o veículo empreendeu fuga na contramão da rodovia BR-277 em direção à Foz do Iguaçu. O detalhe inusitado da ocorrência ficou por conta da constatação de que a placa do veículo pela manhã (placas de São Paulo/SP) era diferente da encontrada no momento da apreensão à noite (placas de Toledo/PR). Foi confirmado que se tratava de veículo furtado.

Já na manhã deste domingo (15), por volta das 6h, o veículo VW/Saveiro, com placas de Maringá/PR, foi apreendido carregado de eletrônicos. Momentos antes, quando da tentativa de abordagem efetuada por servidores da Receita Federal no posto da PRF em Santa Terezinha de Itaipu, o motorista desobedeceu à ordem de parada e empreendeu fuga em alta velocidade pela rodovia. Após acompanhamento tático realizado pelos servidores da Receita, o veículo foi abordado no interior do município de Santa Terezinha.

No veículo foi encontrada grande quantidade de equipamentos de informática e eletrônicos, tanto na cabine do motorista, onde também foi encontrado um rádio comunicador clandestino, quanto na caçamba que estava completamente lotada. O valor total somou R$ 496 mil.

O motorista, um homem de 25 anos, residente em Foz do Iguaçu, declarou que a mercadoria lhe pertencia e que a levaria para a cidade de Maringá/PR. O mesmo foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu onde foi efetuada sua prisão em flagrante.