Depois de 8 anos preso na Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP), Wellington Francisco, 51 anos, vai passar o primeiro Natal com a família. Ele e mais cerca de 850 presos que estão em regime semi-aberto na Colônia Penal Agrícola (CPA) vão ser beneficiados devido ao bom comportamento. Eles começam a ir para casa no dia 22 de dezembro e retornam até o dia 4 de janeiro de 2005. No total a CPA tem 950 presos. Mas só vão para casa aqueles que tiveram bom comportamento. A diretora da unidade, Margarete Rodrigues, fala que a indisciplina está geralmente ligada a brigas e ao uso de álcool e drogas.

Para Margarete, o fato de os presos passarem as festas em casa também serve de termômetro para ver se eles estão preparados para voltar ao convívio social.

São poucas as pessoas que não retornam para a CPA, uma vez que já são acostumados a passar alguns dias em casa. Mas se isto acontecer, eles voltam para o regime fechado.