O sindicato em um mundo globalizado

José Carlos Arouca lança livro inédito pela Editora LTR: “O Sindicato em um Mundo Globalizado”.

Data: 29 de outubro/2003, quarta-feira próxima, 18:00 horas.

Local: Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, Apart-Hotéis, Motéis, Restaurantes, Bares e Similares de São Paulo e Região Rua Taguá, 282 – Liberdade – SP (esquina com a rua São Joaquim, próximo da Estação são Joaquim, Metrô).

O lançamento dessa oportuna obra tem neste momento o maior significado, principalmente porque, com sua experiência, visão e ensinamentos ali contidos, em muito irá contribuir para o avanço e novas conquistas da classe trabalhadora, mormente diante dos riscos da ameaça de divisão dos trabalhadores diante das propostas em curso no Congresso Nacional, pretendendo a pluralidade sindical forçada por lei.

O autor da obra anunciada é nascido em Ribeirão Preto; formou-se em direito pela Universidade de São Paulo (Largo São Francisco) em 1959. Em 1964 foi aprovado no concurso para ingresso na magistratura do trabalho, não sendo todavia nomeado por recusa imposta pelo regime de exceção.

O Arouca, como se tornou de todos conhecido, durante muitos anos destacou-se como defensor jurídico dos interesses dos trabalhadores em negociações coletivas complexas no Estado de São Paulo, quer em mesas de negociações dentro das empresas, quer dentro do Ministério do Trabalho, quer como grande tribuno que sempre foi, perante o Poder Judiciário Trabalhista.

Como advogado especializado em direito coletivo do trabalho, prestou assistência a sindicatos profissionais, da construção civil, hoteleiros, eletricitários, borracheiros, padeiros, motoristas, brinquedos e instrumentos musicais e federação dos trabalhadores nas indústrias da alimentação.

Atualmente, é juiz integrante do TRT da 2.ª Região, pelo quinto constitucional, cujas decisões onde tem atuado, tem sido motivo de análises e estudos e até de elogios, dado o caráter sempre presente da preocupação em entregar ao jurisdicionado uma tutela estatal que atenda a necessidade de harmonização entre o capital e o trabalho, mas dentro da prevalência do social e não mero interesse especulativo do capital, descompromissado com a vida, com o homem, com a dignidade da pessoa humana.

Luiz Salvador é advogado trabalhista. E-mail: defesatrab@uol.com.br  e site www.defesadotrabalhador.com.br