Um grupo de trabalhadores rurais sem-terra de Ponta Grossa inicia amanhã uma marcha rumo à capital. Por volta de 6h, cerca de 250 pessoas devem se reunir em frente à Paróquia Bom Jesus, no bairro de Uvaranas. Logo em seguida deve começar a marcha, que segundo o secretário do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) na cidade, Marcelo Ishimaru, será contra o imperialismo.

Além da manifestação pró-reforma agrária, o movimento busca manifestar sua posição contrária à participação brasileira na Área de Livre Comércio das Américas (Alca) e contra a invasão anglo-americana ao Iraque. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)