enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Na parceria

Presa dupla suspeita de latrocínio que vitimou mulher no litoral do Paraná

  • Por Lucas Sarzi
Imagem ilustrativa. Foto: Gerson Klaina/Tribuna do Paraná
Imagem ilustrativa. Foto: Gerson Klaina/Tribuna do Paraná

Dois homens, de 22 e 30 anos, foram presos, neste domingo (17), em Torres, cidade do Rio Grande do Sul, suspeitos de participarem da morte de Iolanda Gonçalves de Lima, de 59 anos. O crime aconteceu no dia 14 de março, em Guaratuba, no litoral paranaense, e é tratado como latrocínio (roubo com morte). A mulher, que estava desaparecida, foi encontrada morta num matagal de uma cidade de Santa Catarina.

A partir de um trabalho intenso de investigação, que mobilizou equipes da Polícia Civil do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, os policiais começaram a ter informações sobre o paradeiro do carro da mulher, que tinha sido roubado. Como o veículo possuía rastreador, ele foi monitorado e os dois homens foram encontrados na cidade do RS.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Ao serem interrogados, os dois teriam confessado a autoria do latrocínio e disseram que o corpo da vítima estaria em Santa Catarina. Partindo das informações passadas pela dupla presa, as equipes encontraram o corpo da mulher no final da tarde de domingo, numa região de mata, no Distrito do Saí, em São Francisco do Sul (SC). O Instituto Médico-Legal de Santa Catarina recolheu o corpo, que foi encaminhado à unidade de Joinville.

Conforme o delegado de Guaratuba, Leandro Alberto Albuquerque Stabile, Iolanda era dona de algumas quitinetes na cidade, que é uma das mais visitadas no litoral paranaense. Um dos homens presos, inclusive, teria alugado uma das quitinetes da mulher e aproveitou disso para descobrir a rotina dela. Para a polícia, os bandidos não escolheram a vítima de forma aleatória.

+Leia mais! Caminhão tomba em terreno e resgate de motorista leva quatro horas

Além do carro da mulher, os dois homens estavam também com o celular dela. A dupla foi encaminhada ao presídio de Ozório, no RS, onde ficam presos porque teriam cometido um assalto por lá antes de serem encontrados. Conforme a Polícia Civil, as investigações vão continuar para apurar a participação de mais pessoas e esclarecer todos os detalhes do crime. Denúncias podem colaborar com as investigações através do telefone (41) 3442-1202.

Corredores se unem para uma missão nobre: juntar um milhão para o Erastinho

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas