Um jovem identificado como Luiz Augusto Gabardo Júnior, 23 anos, foi encontrado morto a golpes de faca na tarde desta segunda-feira (8), dentro de um quarto onde morava de aluguel, na Rua João Maria Martins Cordeiro, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana. A suspeita é de homicídio, uma vez que a vítima apresentava cinco perfurações na região do pescoço e mais duas na região da lateral direita das costas, totalizando sete facadas.

O rapaz foi encontrado por volta das 16h desta segunda, mas estima-se que a morte tenha ocorrido há pelo menos oito horas do horário em que ele foi achado.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

As primeiras informações dão conta de que Augusto Gabardo foi encontrado na cama. A mãe, Celina Aparecida dos Santos Prestes, já estava com ele quando o socorro chegou. No local, a Celina Aparecida contou que o filho enviou vídeos a ela, na noite do domingo (7), dizendo que estava nervoso e preocupado por causa de um desentendimento com pessoas de outros quartos alugados.

+ Leia também: Presos terão que pagar por tornozeleiras eletrônicas e reparos dos aparelhos

“Faz um mês e pouco que ele se mudou para este quartinho, por causa de uma discussão em casa. Era para estar tudo bem, a não ser pelos vídeos que ele me mandou. Mas não imaginei que isso podia acontecer, eu perdi meu filho que cuidei tanto por 23 anos”, disse a mãe. Ainda segundo ela, o filho tinha problemas anteriores com vício em álcool.

Passagens

Foto: Atila Alberti/Tribuna do Paraná
Foto: Atila Alberti/Tribuna do Paraná

A Guarda Municipal de São José dos Pinhais, que auxiliou no atendimento da ocorrência, informou que a vítima tinha passagem pela polícia por porte de arma e brigas, incluindo desentendimento com o irmão — segundo a mãe, esse teria sido o motivo para o filho ter se mudado de casa.

+ Leia mais: Conta de água pode subir após pedido de reajuste feito pela Sanepar

O Samu foi acionado para prestar socorro, mas pode apenas constatar o óbito do rapaz. O corpo do jovem será encaminhado para o Instituto Médico-Legal de Curitiba (IML) ainda era aguardado.

Mulher fica ferida após se envolver em acidente e capotar, em ‘cruzamento perigoso’ do Hauer