Professores celetistas e coordenadores dos núcleos regionais de educação não entraram em acordo durante a distribuição de aulas em Curitiba. Hoje pela manhã, cerca de duzentos professores produziram um tumulto no Colégio Estadual Professor Brandão, no Alto da Glória. Eles reclamaram da falta de organização para a realização do processo e questionaram a lista de classificação apresentada pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), que determina quais professores pegaram aulas.

Foram distribuídas aulas nas disciplinas de História, Sociologia, Geografia, Filosofia e Ensino Religioso. Segundo os professores celetistas todo ano acontece um problema, pois o número de professores estatuários não é suficiente para atender o total de aulas. Com isso, eles ficam na expectativa pelas vagas disponíveis. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)