A proposta do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Carlos Lessa, de reduzir a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) merece o apoio do setor empresarial, porque diminui os custos dos investimentos no país.

A opinião é do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto. Para ele, a iniciativa é um sinal de que o país quer estimular os investimentos. Atualmente, a TJLP está em 9,75% ao ano, percentual que vai vigorar até o fim de junho. No primeiro trimestre, a taxa era de 10% ao ano. As informações são da CNI.