Quatro vereadores de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, estão revoltados com o número de pessoas que ocupam cargos de confiança no município. Nesta semana, Lirany Maria Franco (PT), Leslie Carlos K. de Moura (PT), Elvis Maioki (atualmente sem partido) e Francisco Luis dos Santos (PDT) votaram contra a aprovação de mais trinta cargos de confiança, mas foram vencidos pela opinião de outros oito vereadores.

Segundo eles, se a contratação para os trinta novos cargos acontecer, Fazenda Rio Grande terá um total de 228 pessoas ocupando posições de confiança. “Para um município com cerca de 80 mil habitantes, 228 é um número exagerado de cargos comissionados”, comenta Leslie. “Acho que temos a necessidade de, no máximo, setenta cargos”.

A vereadora Lirany concorda e revela que os trinta novos cargos irão gerar um gasto de R$ 37.200,00 mensais a mais na folha de pagamento do município. Para ela, “o dinheiro seria melhor investido se fosse utilizado no pagamento dos 1.460 funcionários públicos municipais, que estão sem reajustes salariais há cerca de cinco anos”.