O sociólogo Glauco Arbix será o novo presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). A empresa pública vinculada ao Ministério de Ciência e Tecnologia será transformada em instituição financeira, uma espécie de BNDES do setor, segundo antecipou o ministro Aloizio Mercadante (PT) em entrevista publicada na edição de hoje do jornal O Estado de S. Paulo.

A mudança faz parte da estratégia para aumentar o financiamento à pesquisa e inovação, e a expectativa é duplicar os investimentos, já que permitirá a captação de recursos no mercado. No ano passado, a Finep desembolsou cerca de R$ 4 bilhões para projetos de pesquisa científica e tecnológica.

Arbix é professor da Universidade de São Paulo (USP) e coordena o observatório de inovação e competitividade do Instituto de Estudos Avançados. Sua nomeação foi confirmada por Mercadante.