Servidores do Poder Judiciário de São Paulo reunidos em assembleia decidiram pela manutenção da greve, que já dura 43 dias. A categoria reivindica reposição salarial de 20,16%.

Cerca de 800 pessoas participaram da manifestação, que aconteceu em frente ao Fórum João Mendes, no centro de São Paulo, de acordo com a Polícia Militar. A Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo esperava 6 mil servidores de todo Estado.

A greve teve início dia 28 de abril. A próxima assembleia está marcada para quarta-feira da semana que vem.