Mais um prefeito paranaense está sendo afastado do cargo sob a acusação de ter cometido crime de improbidade administrativa. Neste final de semana, foi a vez do prefeito de Guaíra, município do Oeste do Estado, Manoel Kuba, ser afastado do posto. A decisão foi tomada pela juíza Fabiana Passos de Melo, que concedeu liminar à ação ingressada pelo Ministério Público do Paraná.

A Justiça também determinou o afastamento dos secretários municipais de Infra-Estrutura, Osvaldo Martins, e de Esportes e Lazer, João Carlos Hartekoff. Os três terão que devolver o dinheiro e ainda tiveram os bens colocados em indisponibilidade pela Justiça.

De acordo com a denúncia apresentada ao promotor de Justiça Gustavo Rocha de Macedo, eles teriam participado de um esquema de fraudes em licitações que teriam causado prejuízos de R$ 264,5 mil aos cofres do município. A acusação foi feita ao promotor por um dos sócios da Construtora Beffa Ltda., Marcos Luiz Beffa, que seria favorecida no esquema de licitações fraudulentas.

A construtora venceu as sete licitações das quais participou. O valor recebido chegou a R$ 264 mil. Deste total, de acordo com o MP, Kuba e os dois secretários teriam dividido R$ 146 mil.