O presidente nacional do PT, Rui Falcão, deixou no início da noite desta quinta-feira, 16, a sede do partido, no centro de São Paulo, falou rapidamente com a imprensa, mas evitou dar pistas sobre quem será o escolhido para substituir o ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto, preso ontem pela Polícia Federal (PF).

Questionado sobre a possível dificuldade em encontrar um novo ocupante para o posto, Falcão se esquivou. “Não, não há nenhuma dificuldade.” Falcão prometeu uma decisão para amanhã, quando o diretório nacional do partido se reúne. Após a reunião, Falcão disse que ele próprio dará uma coletiva anunciando o nome.