Choque de um micro-ônibus da Secretaria de Saúde de Teixeira Soares, contra um biarticulado da linha Santa Cândida-Capão Raso, no Centro, deixou sete pessoas feridas, entre elas um bebê de dois meses e uma mulher, de 65 anos. A colisão ocorreu minutos antes das 14h desta sexta-feira (23), no cruzamento da Travessa da Lapa e Avenida Visconde de Guarapuava. O ônibus seguira para a Praça Eufrásio Correia e, segundo populares, passou com o sinal vermelho, sendo atingido no segundo rodado pelo veículo menor, que subia a avenida.

O impacto não parou o biarticulado, que seguiu com a lateral sendo raspada pela frente do micro-ônibus. José Carlos Furtado, 42, que levava 15 pacientes de volta para Teixeira Soares, nos Campos Gerais, depois de consultas em hospitais da capital, ficou com a perna presa nas ferragens. Os bombeiros tiveram bastante trabalho para retirá-lo do micro-ônibus. O motorista foi levado ao Hospital Evangélico. A idosa, que estava no assento atrás do motorista, também ficou ferida e foi levada de ambulância ao Hospital Cajuru.

Passageiros

No ônibus foram cinco feridos. O bebê, que estava no colo da mãe, de 20, era a vítima que mais preocupava os socorristas. Após passar pela avaliação de um médico, ele foi encaminhado às pressas ao Hospital Evangélico, mas fora de risco. Um garoto, de 15 anos, a mãe do bebê e um homem, de 41, foram transportados em ambulâncias ao Hospital do Trabalhador. A quinta vítima, uma mulher, de 49, foi levada ao Cajuru.

O micro-ônibus deixou a pista da direita da avenida fechada até o meio da tarde. O biarticulado deixou a Travessa da Lapa em meia pista e houve congestionamento de coletivos na esquina da Avenida Sete de Setembro. Em pouco tempo, as estações-tubo da Praça Eufrásio Correia e da Estação Central ficaram lotadas de passageiros à espera de condução. O tráfego só foi normalizado por volta das 17h.

Histórico

Este trecho da Travessa da Lapa, entre estas duas estações, tem grande incidência de acidentes envolvendo coletivos. No começo de abril, um biarticulado furou o sinal e atingiu um carro que vinha pela Rua José Loureiro. Uma passageira do ônibus ficou ferida e foi levada ao Cajuru. Um mês antes, outro expresso passou no sinal vermelho e acertou um casal que descia a Rua André de Barros. A moça, que estava na garupa, sofreu fraturas nas pernas e braços.

Átila Alberti