O governo do Paraná prorrogou até sexta-feira (30) o prazo para votação da consulta pública que definirá sobre a migração de 216 escolas tradicionais do Paraná para o modelo cívico-militar. Até quarta-feira (28), 70% do quórum mínimo dos pais, alunos, funcionários e professores tinham participado, ou seja, cerca de 48 mil pessoas. A comunidade pode participar nesta quinta e sexta-feira nas escolas entre às 8h e 20h. O resultado será divulgado ainda na sexta-feira.

+Leia mais! Mais de 200 escolas de Curitiba e do interior do Paraná vão virar colégios cívico-militares, anuncia governo

O novo modelo e escola seguirá tendo as aulas ministradas por professores da rede estadual, enquanto os militares serão responsáveis pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares.

Foram escolhidas 215 escolas estaduais, dos municípios com mais de 10 mil habitantes e com mais de uma escola estadual na zona urbana, para que as famílias tenham alternativa à escola cívico-militar, caso opte por não matricular seus filhos em um dos colégios com este conceito. O investimento direcionado a cerca de 129 mil alunos será de cerca de R$ 80 milhões.

+Viu essa? Uma das mais tradicionais maternidades de Curitiba é vendida