enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Impasse sobre pneus usados próximo do fim

  • Por Lyrian Saiki

O impasse sobre o destino de pneus usados de caminhões, ônibus e maquinários de Curitiba e Região Metropolitana parece próximo do fim. A Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip) encaminhou esta semana à Secretaria Municipal do Meio Ambiente ofício disponibilizando uma área no município de Araucária como local de recepção dos pneus inservíveis. A secretaria deve avaliar as condições do local juntamente com o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e o Ibama e aprovar caso sejam adequadas. A previsão é que as operações tenham início em quinze dias, a contar da data da aprovação. A estimativa é que sejam dispensados entre oito e nove mil pneus grandes por mês em Curitiba e região.

O impasse entre os fabricantes de pneus e a secretaria do Meio Ambiente começou em meados de janeiro, quando o Ibama notificou a secretaria, pedindo o cumprimento da resolução 258 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) de 1999, que impede o envio de pneus para aterros sanitários. Desde então, os pneus deixaram de ser depositados na Cachimba. Além disso, pela resolução, que entrou em vigor em 2002, a cada quatro pneus fabricados ou importados, pelo menos um fora de uso terá de ser coletado e destinado corretamente. Este ano, a proporção é de dois para dois e assim sucessivamente.

“Pneu não é lixo comum, portanto o município não tem a obrigação de dar o destino certo, mas sim as empresas”, defende Marilza Oliveira Dias, superintendente de Controle Ambiental da secretaria municipal de Meio Ambiente. Para pneus menores, de automóveis, lembra ela, a BS Colway é quem dá o destino correto, picotando e mandando o material para São Mateus do Sul.

“A Anip se comprometeu a receber este material e dar a destinação adequada. O que faltava era o ponto de onde seria coletado”, conta a superintendente. Segundo ela, a associação propôs que o município achasse um local adequado para depósito, o que não aconteceu. “Não pode ser uma área comum. Tem de ser fechado, com uma série de condicionantes”, ressalva. A proposta da Secretaria do Meio Ambiente, em conjunto com o Ibama e Ministério Pública era que o Anip apresentasse a proposta até ontem, sob pena de multa.

A área escolhida pela Anip, em caráter de emergência, está localizada na Avenida das Araucárias, n.º 5500, em Araucária, nas dependências da associada Tortuga. Do local, os pneus serão remetidos para um dos centros de trituração e se transformam em matéria-prima dos mais variados segmentos, como combustível de fornos de cimento, óleo de extração de xisto, artefatos de borracha e asfalto.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas