Na maior casa de apostas da Irlanda, a Pady Power PLC, a disputa em quem será o próximo papa está acirrada. O nigeriano Francis Arinze, que estava empatado com o italiano Dionigi Tettamanzi, virou o jogo hoje e está na frente com US$ 11 pagos para cada US$ 4 apostados.

Arinze é a esperança de um papa africano há 16 séculos. Aos 77 anos, o cardeal foi a peça-chave do Vaticano nas difíceis relações com os muçulmanos. Com a liderança de Arinze, Tettamanzi caiu para a segunda colocação e o prêmio, caso ele vença, aumentou para US$ 10 a cada US$ 3 investido. Em terceiro lugar está o cardeal Oscar Rodriguez Maradiaga, de Honduras, seguido pelo alemão Joseph Ratzinger

Entre os brasileiros, além do cardeal-arcebispo de São Paulo, d. Cláudio Hummes, que ocupa a quinta colocação, entrou para o ranking o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Geraldo Majella Agnelo. Ele está em 15º lugar com prêmio de US$ 100 para US$ 1.

Em relação ao nome que o próximo papa vai escolher, Bento, que estava em quinto lugar, está empatado com João Paulo na primeira posição.

Também é possível especular em quantos dias o conclave escolherá o novo papa. Os apostadores acreditam que um dia será o suficiente. Ao apostar nesse período em caso de vitória, se ganha US$ 18 a cada US$ 1 apostado.