A Justiça federal dos Estados Unidos concluiu que 3,19 milhões de barris de petróleo vazaram no Golfo do México em 2010, após a explosão da plataforma Deep Horizon, da BP. O número é menor que as estimativas governamentais, que falavam em 4,2 milhões de barris, mas maior que a estimativa da petrolífera, de 2,4 milhões.

Na próxima semana, a corte começa a discutir qual será o tamanho da multa a ser paga pela BP. O governo argumenta que a gigante petrolífera deveria pagar até US$ 4,3 mil por barril que vazou no incidente, o que faria o montante chegar a US$ 13 bilhões. A BP defende que a multa por barril seja menor. Fonte: Associated Press.