Um ataque de uma aeronave de Israel atingiu duas instalações militantes em Gaza antes do amanhecer desta quinta-feira em resposta a foguetes lançados contra o país um dia antes. Ninguém ficou ferido. Em meio ao conflito, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, culpou o Irã pela violência a partir do território palestino.

Netanyahu, dando um passo adiante em seus avisos ao Irã, deu a entender que Israel não precisa da bênção de Washington para atacar o programa nuclear suspeito de Teerã. Em um discurso no Parlamento na quarta-feira, o premiê acusou o Irã de armar, financiar e treinar militantes. “Gaza é Irã”, disse ele. As informações são da Associated Press.