O líder do PT na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (SP), disse hoje que está trabalhando para que a bancada vote unida a Medida Provisória que reajustou o salário mínimo para R$ 260. ?Eu trabalho sempre para construir a unidade. Estamos fazendo todos os esforços para isso?, afirmou.

O PT tinha reunião marcada para esta manhã, para decidir sobre o salário mínimo, mas foi adiada para a próxima semana.

Arlindo Chinaglia informou que na reunião da bancada, será levada em conta a posição tomada pela direção do PT de votar a proposta do governo. ?A opinião do governo e do próprio PT compõem esse conjunto de observações para a bancada tomar uma decisão lúcida sobre a votação da MP do salário mínimo?.