Equipes do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) estão trabalhando para evitar possíveis riscos ambientais causados pelo vazamento de óleo combustível na manhã desta quinta-feira (20), no quilômetro 669 da BR 376. O acidente envolve o caminhão da empresa transportadora TRR Gricopel, de Joinvile, que transportava 25 mil litros de óleo diesel.

Técnicos do IAP instalaram barreiras de contenção para evitar a contaminação do Rio São Joãozinho, afluente do Rio São João, próximo ao local do acidente. De acordo com a Sanepar, não se trata de manancial de abastecimento. O IAP está orientando o trabalho de remoção do combustível, realizado pela empresa transportadora.

Segundo Rasca Rodrigues , presidente do IAP, grande parte da carga foi direcionada para a canaleta de drenagem da rodovia, descartando o risco de contaminação do rio. O IAP também orientou a colocação de cal na pista para evitar possíveis derrapagens.
Foram colhidas amostras de solo, que será encaminhada para análise. O laudo técnico sairá em dez dias. Após o resultado, será definido o valor da multa que deverá ser aplicada à empresa transportadora ao receptor da carga e à empresa responsável pelo produto.